Atual campeã do Grupo Prata, escola Fidalgos e Aristocratas comemora 70 anos neste mês - Notícias

Versão mobile

 
 

Eu Sou do Samba03/09/2020 | 05h00Atualizada em 03/09/2020 | 05h00

Atual campeã do Grupo Prata, escola Fidalgos e Aristocratas comemora 70 anos neste mês

Escola estava fora do Grupo Ouro há 13 anos

Atual campeã do Grupo Prata, escola Fidalgos e Aristocratas comemora 70 anos neste mês Cíntia Rodrigues/Divulgação
Desfile da Fidalgos no Carnaval de Porto Alegre em 2020 Foto: Cíntia Rodrigues / Divulgação
Liliane Pereira
Liliane Pereira

Parece que o Carnaval de 2020 foi de sorte para as escolas antigas da Capital. No próximo dia 7, a Fidalgos e Aristocratas completa 70 anos. Por isso, farei aqui uma homenagem antecipada. A escola, que não fazia parte do Grupo Ouro há 13 anos, foi campeã do Grupo Prata e retornou ao seu antigo lugar.

Não posso fazer isso sem citar que foi nessa escola tão querida que eu desfilei com um pavilhão pela primeira vez. Foi em 1997.  

Leia outras colunas Eu Sou do Samba

Bem, eu comecei falando sobre sorte, mas o fato é que com um Carnaval com tão pouco aporte financeiro como o nosso, é preciso bem mais que isso para ser campeão. O conselheiro tutelar e presidente da Fidalgos, André Duarte, que o diga. Ele assumiu a escola em um mandato “tampão” em 2016, e efetivou-se na liderança em 2017.

Segundo ele, para fazer a escola chegar em 2020 ao Grupo Ouro, foi preciso modificar praticamente todos o setores. Mas ele não fez isso sozinho:

– Eu e minha diretoria trouxemos um grupo de profissionais de qualidade com intuito de executar um projeto de, em três anos, levar a escola ao grupo especial de Porto Alegre. 

Desafio

Duarte também relatou que o processo de organização do último Carnaval para culminar na vitória foi um desafio muito grande:

– Sem verba direta, fomos em busca de renovação e de patrocinadores. Esse desfile era muito especial, era o desfile dos 70 anos da escola. Era tudo ou nada! 

Leia também
Bambas da Orgia vai promover festival virtual para escolher o samba que celebrará os 80 anos da escola
Saiba como as escolas de samba podem usufruir da lei Aldir Blanc
Liliane Pereira lança o desafio para o povo do Carnaval: "Precisamos falar sobre inclusão"

André ressalta que o momento de pandemia não favorece a cultura popular, mesmo assim, pela certeza de que tudo vai passar, a escola manteve o planejamento para 2021. O próximo desfile será um desafio maior ainda: o de quebrar a barreira de ser campeã no Grupo Ouro. Até hoje, a escola venceu apenas uma vez no antigo Grupo Especial, em 1973, com o tema Carnaval no Gelo.

– Estamos com o tema-enredo para o próximo desfile pronto desde março. O intuito era não parar e emendar um trabalho ao outro, mas devido à pandemia, tivemos que parar com tudo. Mas logo vamos voltar a sorrir. Assim é o samba, sorriso no rosto e força para vencer – diz André, confiante.


SOLIDARIEDADE – E falando em campeã do Carnaval: o presidente da Filhos de Maria, campeã do Grupo Bronze, sofreu um acidente, está internado, e precisa urgentemente de doação de sangue de qualquer tipo. Quem puder ajudar, basta ir ao Hemocentro da Avenida Bento Gonçalves, 3.722, e realizar o procedimento em nome de Maurício Molina Leites. O telefone do Hemocentro para informações e agendamento é (51) 98405-4260.

LUTO – A escola Realeza pede que comuniquemos seu pesar pela perda de um dos integrantes da sua Velha Guarda, Paulo Tabajara Silva da Silva, que faleceu na terça-feira.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros