Pais e alunos fazem carreata para homenagear professora na zona sul de Porto Alegre - Notícias

Versão mobile

 
 

15 de outubro15/10/2020 | 22h06Atualizada em 15/10/2020 | 22h06

Pais e alunos fazem carreata para homenagear professora na zona sul de Porto Alegre

Turma não se encontrava com Letícia Santos de Lemos desde março, quando começaram as aulas a distância

O dia 15 de outubro de 2020 vai ficar para sempre na memória de Letícia Santos de Lemos. Enquanto a carreata passava lentamente em frente a sua residência com crianças festejando, a professora mal conseguia acreditar na imagem que via. Mesmo usando máscara, o rosto transparecia toda a emoção e alegria no olhar. 

Em cada um dos veículos, alunos e pais a homenageavam pela passagem do Dia do Professor. Faixas, cartazes e até presentes foram deixados para a querida professora de uma escola privada da zona sul de Porto Alegre.

A carreata surpresa foi organizada por pais dos estudantes, que têm, em média, nove anos de idade. Todos convivem remotamente com a professora, já que estão tendo aulas por meio de um aplicativo. Entretanto, Letícia e os pequenos não se viam pessoalmente desde 18 de março, quando as aulas presenciais foram interrompidas pela pandemia de coronavírus.

Leia mais
Estudante da Restinga é selecionada para curso em Cambridge, na Inglaterra
Para continuar incentivando a leitura, professora de Canoas conta histórias em vídeos
Para facilitar acesso às aulas remotas, professoras vão em busca de equipamentos

Envolta pelas crianças, todas utilizando máscara, a professora mal tinha forças para falar, tamanha emoção. A surpresa foi tramada por mães das crianças, que disseram que dariam apenas um "presentinho" pelo Dia do Professor. Letícia nem desconfiou:

— A mãe de um aluno disse que iam entregar uma lembrancinha. Eu estava esperando o motoboy. É um dia inesquecível. Tudo que eu queria era ver eles de novo. O convívio faz muita falta. Como a gente sente falta de um carinho, de um abraço.

Vinícius Keller Barrios, nove anos, fez um cartaz em homenagem à professora. 

— Faz muito tempo que a gente não vê a "profe". A gente esperou muito para dar parabéns pelo Dia dos Professores. E ela se emocionou demais. Alguns choraram. A "profe" sempre nos ajudou nas tarefas, e hoje a gente retribuiu — contou Vinícius.

Para os pais, a homenagem a Letícia foi uma forma de reconhecer o trabalho que a docente vem fazendo através das aulas online durante a pandemia. A gestora empresarial Ana Paula Magalhães, 40 anos, é mãe de Maurício, oito anos. Ela destacou que todo carinho dado à professora é fruto do trabalho diário:

— A gente está seguindo direitinho, dentro de casa, com os cuidados. A professora passa uma alegria para ele, com o carinho e a suavidade com que fala. Ela consegue conduzir a aula e está fazendo muita diferença. Ela merece esse carinho.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros