Em uma semana, Bota-Fora recolhe 19,1 toneladas de resíduos em Porto Alegre - Notícias

Versão mobile

 
 

Serviço do DMLU18/02/2021 | 05h00Atualizada em 18/02/2021 | 05h00

Em uma semana, Bota-Fora recolhe 19,1 toneladas de resíduos em Porto Alegre

Retomado no início do mês pela prefeitura, projeto recolhe resíduos nas comunidades em situação de vulnerabilidade social por toda Capital

Em uma semana, Bota-Fora recolhe 19,1 toneladas de resíduos em Porto Alegre Jefferson Botega / Agencia RBS/Agencia RBS
Retorno do serviço foi pedido de comunidades à prefeitura Foto: Jefferson Botega / Agencia RBS / Agencia RBS

Um serviço tradicional tocado pela prefeitura de Porto Alegre retomou suas atividades, após um hiato de alguns meses. O Bota-Fora, como é chamado o trabalho tocado pelo Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU), reiniciou suas ações no dia 3 de fevereiro, atendendo a 10 comunidades da Capital. Só na primeira semana de trabalho, foram recolhidas 19,1 toneladas de lixo, evitando a destinação incorreta destes materiais.

Leia mais
Projeto voluntário arrecada materiais escolares para crianças em Porto Alegre
Moradores reassentados reclamam de condições dos novos imóveis, em Porto Alegre
Laço solidário busca reformar creche na Zona Norte da Capital

O descarte irregular de resíduos é um mal que atinge regiões periféricas das cidades. Muitas vezes, sem condições de custear a correta maneira de dar a finalidade para itens como móveis velhos, pessoas acabam deixando este itens em pontos da cidade inadequados para tal. É uma cena comum ver objetos como sofás boiando por valos e arroios da Capital. A esperança de que a água leve embora o problema nem sempre se concretiza e, na maioria das vezes, acaba deixando o caminho obstruído, aumento riscos de alagamento em futuras enxurradas, como aponta o DMLU.

Asa Branca

Ontem, a prefeitura deu o pontapé inicial na segunda semana do trabalho, que seguirá até o sábado. Neste período, outras 10 comunidades serão atendidas. Durante o ano, a expectativa é passar por 200 pontos na cidade. O foco é sempre em comunidades em situação de vulnerabilidade social. No início da manhã de ontem, a reportagem acompanhou o caminhão circulando pela Vila Asa Branca, no bairro Sarandi. 

Conforme o DMLU, a indicação é que os moradores coloquem os materiais em frente às residências na noite anterior ou até as 7h30min do dia do Bota-Fora. A divulgação de quando os caminhões circularão é feita por meio de cartazes afixados em unidades de saúde, mercados, escolas, bares e associações de bairros. Agora, um carro de som também percorre os locais um dia antes da coleta, avisando sobre o serviço.

Na Asa Branca, o aviso surtiu efeito. Em apenas uma hora e meia de rodando pela comunidade, três caminhões saíram carregados de resíduos. Conforme a prefeitura, são entre três e quatro veículos que fazem o serviço, dependendo do tamanho da comunidade atendida. O Bota-Fora tem como foco auxiliar a população no descarte correto de objetos volumosos não recolhidos pelas coletas regulares da prefeitura, como eletrodomésticos, móveis quebrados e colchões.

Retomada

Marcos Filipi, secretário municipal da pasta de Serviços Urbanos (SMSUrb), afirma que o retorno do Bota-Fora foi um pedido das comunidades em visitas da prefeitura a diversos pontos da cidades durante o mês de janeiro. Conforme Marcos, zeladoria e limpeza têm sido pontos de trabalho com foco especial para o prefeito Sebastião Melo.

— Começamos o ano com ações pontuais em comunidades do bairro Mario Quintana e também na Zona Sul. Nestes locais, recebemos muitos pedidos para o retorno do Bota-Fora, que estava desativado quando assumimos a gestão. Levamos a discussão adiante e conseguimos já neste mês retomar o trabalho — explica o secretário.

A ideia da prefeitura é reforçar a divulgação do trabalho nas comunidades, acostumando os usuários do serviço a fazerem o descarte correto. Ao longo do ano, o Bota-Fora deve ser reforçado, ampliando o atendimento, segundo Marcos. Atualmente, as coletas são feitas de quarta-feira a sábado, com o itinerário de comunidades divulgado no domingo ou segunda-feira anteriores às visitas. Solicitações para inclusão de comunidades na lista de locais atendidos podem ser feitas pelo telefone 156. A prefeitura também colocou anúncios do serviço nos relógios públicos espalhados pela cidade.

PORTO ALEGRE, RS, BRASIL, 17/02/2021 - DMLU tem um programa no qual as comunidades da periferia da capital, podem colocar fora itens como móveis e entulhos. Acompanhamos uma das ações na Rua 25 de outubro, na Vila Asa Branca. Foto: Jefferson Botega / Agencia RBSIndexador: Jefferson Botega<!-- NICAID(14716413) -->
Segunda semana de trabalho começou pela Vila Asa Branca, no bairro Sarandi, Zona NorteFoto: Jefferson Botega / Agencia RBS

Ampliação de ecopontos neste ano

Além do serviço que vai até as comunidades, é possível fazer o descarte correto de resíduos que não são recolhidos pela coleta regular de lixo em oito pontos de Porto Alegre. São as Unidades de Destino Certo (UDC) do DMLU, popularmente conhecidas como Ecopontos. Este é outro serviço que a administração municipal pretende ampliar ao longo de 2021, como explica o secretário da SMSUrb.

— A nossa ideia é que os serviços oferecidos pela prefeitura cheguem aos quatros cantos da cidade. Por isso, sabemos que é necessário ampliar o número de ecopontos em Porto Alegre.

Conheça os ecopontos

/// Os espaços funcionam de segunda à sexta-feira, das 8h às 17h. Aos sábados, das 8h às 12h.

/// CRUZEIRO DO SUL: Avenida Cruzeiro do Sul, 1.445 — Bairro Cruzeiro do Sul.

/// CARVALHO DE FREITAS: Rua Professor Carvalho de Freitas, 1.012 — Bairro Glória.

/// DIÁRIO DE NOTÍCIAS: Avenida Diário de Notícias, 1.111 — Bairro Cristal. 

/// BERNARDINO AMORIM: Avenida Bernardino Silveira de Amorim, 2.261 — Bairro Rubem Berta. 

/// CÂNCIO GOMES: Travessa Carmem, 111 — Bairro Floresta. 

/// FÁTIMA PINTO: Rua Alfredo Ferreira Rodrigues, 975 — Bairro Bom Jesus. 

/// HUMAITÁ: Rua José Aloísio Filho, 780 — Bairro Humaitá.

/// PRINCESA ISABEL: Avenida Ipiranga, 2765 — Bairro Santana (entrada pela Rua Livramento, na esquina com Avenida Princesa Isabel).

Confira a programação do Bota-Fora desta semana 

/// 18/02 — Quinta-feira: Agrovet (Lomba do Pinheiro) e Mato Sampaio (Bom Jesus).

/// 19/02 — Sexta-feira: Teresina (Medianeira), Mariano de Mattos (Santa Teresa), Bita (Restinga) e Santa Teresinha (Centro).

/// 20/02 — Sábado: Nossa Senhora das Graças (Cristal).

*O DMLU esclarece que o programa Bota-Fora é realizado nas comunidades. Os bairros são colocados entre parênteses para facilitar a localização da comunidade.

Leia mais notícias do Diário Gaúcho


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros