Descarte ilegal de lixo ao lado de Ecoponto, em Canoas, incomoda moradores - Notícias

Versão mobile

 
 

Seu Problema é Nosso29/04/2021 | 11h09Atualizada em 29/04/2021 | 11h10

Descarte ilegal de lixo ao lado de Ecoponto, em Canoas, incomoda moradores

Mesmo com limpeza regular a prefeitura, lixo volta a ser abandonado no local

Descarte ilegal de lixo ao lado de Ecoponto, em Canoas, incomoda moradores Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal/Arquivo Pessoal
Montanhas de descartes são flagradas no local Foto: Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal

Um cenário que não muda é o de um terreno na Rua Esperança, no bairro Guajuviras, em Canoas, onde o descarte irregular de lixo é um problema crônico. O local fica ao lado do Ecoponto Nordeste – uma estrutura preparada para receber resíduos sólidos em caçambas, sempre aberto durante o horário comercial. Mesmo com a disponibilidade do ponto de descarte para resíduos secos, o abandono de materiais de construção, vegetação, pneus e móveis, entre outros, acontece diariamente no terreno ao lado.  

Conforme o taxista Daniel Elói Câmara da Silveira, 43 anos, morador do bairro há mais de três décadas, inúmeras limpezas foram realizadas, mas sem solução para o problema, que sempre volta no dia seguinte: 

– Já fiz muitos pedidos para a prefeitura, e eles (equipe de funcionários) fazem a limpeza de vez em quando. Mas, às vezes, no mesmo dia, já volta a acumular lixo. Não existe fiscalização. A questão nem é o Ecoponto, mas o que acontece fora do pátio. Pode ser por causa do horário, não sei. No entanto, se tem lixo ali na rua, as pessoas preferem atirar mais sujeira. 

LEIA MAIS
Costureira tem suas máquinas furtadas e pede ajuda para voltar a trabalhar
Projeto em Esteio distribui cartões alimentação para 55 famílias
De buracos nas ruas a projetos sociais, "Seu Problema É Nosso" dá voz às questões dos leitores

Consequências

De carros até restos de carnes de um açougue, Daniel já viu diferentes tipos de resíduos serem jogados no terreno. O descarte irregular de lixo gera outros problemas, como a proliferação de bichos, mau cheiro, queimadas, má conservação da rua e do meio-fio, além de brigas entre catadores, que procuram por materiais que podem ser vendidos ou reciclados.  

– Inclusive foi construída uma rampa na esquina para o acesso de cadeirantes, só que não teve utilidade nenhuma. De que jeito vão passar pela calçada? – questiona. 

O local está aberto, agora, mas, segundo o morador, já teve cerca. 

– É comum pararem carros e até caminhões carregados com lixo para deixar ali. É do jeito que fica mais fácil para eles (quem descarta), e ninguém se preocupa em separar os materiais, que poderiam até servir de fonte de renda para alguém que recicla – afirma Daniel. 

Descarte irregular de lixo acontece ao lado de Ecoponto, em Canoas.<!-- NICAID(14767072) -->
Ecoponto fica a poucos metros do lixo abandonadoFoto: Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal

Prefeitura planeja revitalizar área

A Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (SMSU) de Canoas explica que a limpeza e recolhimento do lixo ocorrem, “no mínimo, uma vez por mês, dentro do programa Choque de Limpeza, quando é feita a limpeza do bairro Guajuviras”. Em relação a soluções para sanar o problema de descarte no terreno, a prefeitura explicou que “a única forma de resolução de problema no médio e longo prazos é através da conscientização da população quanto ao descarte correto dos resíduos gerados”, e o “Ecoponto é um dispositivo que vai ao encontro deste conceito, sendo que ele e a coleta regular domiciliar, abrangem, de forma gratuita, praticamente todos os resíduos geralmente encontrados nos focos de descarte irregular”. 

Além disso, a prefeitura prevê a revitalização da área com o uso de “agregados reciclados e reutilização de pneus, provindos da usina de reciclagem de resíduos e da construção civil, demolição e volumosos, além do plantio de mudas de árvores”. A previsão é de que o serviço seja concluído na primeira quinzena de maio. 

Conforme Daniel, na manhã da segunda-feira passada, o local ainda não havia sido limpo. A prefeitura informou à reportagem que o recolhimento do lixo ocorreu na tarde do mesmo dia. 

Para denunciar situações de descarte irregular de lixo, ligue para a Central de Atendimento ao Cidadão (CAC), telefone 0800-510-1234.

Produção: Caroline Tidra

Leia mais notícias na seção Seu Problema é Nosso 


 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros