Afeto na forma de marmita: associação pede doações de alimentos e insumos para refeições - Notícias

Versão mobile

 
 

Seu Problema é Nosso17/09/2021 | 09h00Atualizada em 17/09/2021 | 09h00

Afeto na forma de marmita: associação pede doações de alimentos e insumos para refeições

Grupo de voluntários de Cachoeirinha atende moradores em situação de vulnerabilidade social na região

Afeto na forma de marmita: associação pede doações de alimentos e insumos para refeições Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal/Arquivo Pessoal
As marmitas são entregues aos domingos. Foto: Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal

Matar a fome daqueles que não têm onde buscar alimento é uma demonstração não só de solidariedade como, também, de afeto. Fundada em agosto, a Associação de Moradores da Cohab Cachoeirinha realiza a distribuição de refeições para famílias em vulnerabilidade social da região. O grupo promove, ainda, campanhas de agasalho. Com o objetivo de ampliar os atendimentos, a entidade, hoje, pede ajuda através de doações de insumos para o preparo das marmitas. 

Leia Mais
Em Viamão, família se empenha para conseguir transporte social para menina de três anos
Buracos tomam avenida principal em Quintão
Há dois anos sem telhas, escola da Capital precisa cancelar aulas em dias de chuva

Cerca de 200 pessoas são beneficiadas a cada domingo pela ação. Conforme o encarregado de logística e coordenador da associação, Fábio Garcez, 40 anos, em torno de 880 refeições, chegando a até 1.075, são preparadas por mês na cozinha da entidade, localizada no bairro Cohab. O grupo conta com a solidariedade e o apoio de amigos, familiares e conhecidos para manter o projeto. 

– Nos grupos de Facebook e WhatsApp, enviamos o cardápio e pedimos as doações de alimentos que serão preparados na semana. Até sexta-feira, precisamos arrecadar tudo o que a associação conseguir. No sábado, fazemos um check-list do que temos. O que está faltando, compramos – explica.

Matar a fome daqueles que não têm onde procurar alimento é uma demonstração não só de solidariedade como, também, de afeto. Fundada em agosto deste ano, a Associação de Moradores da Cohab Cachoeirinha realiza a distribuição de refeições para famílias em vulnerabilidade social da região. O grupo, também, desenvolve campanhas de agasalho junto à comunidade. Com o objetivo de ampliar os atendimentos, a entidade, hoje, pede ajuda através de doações de insumos para o preparo das marmitas. <!-- NICAID(14890156) -->
Fábio pede doaçõesFoto: Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal

Planejamento

A produção começa na segunda-feira. Segundo Fábio, a associação entra em contato com o líder comunitário do bairro escolhido na semana. 

– Disponibilizamos cerca de 200 refeições. O líder comunitário procura famílias em vulnerabilidade social na região e, por meio de um grupo no WhatsApp, enviamos na segunda-feira o cardápio para eles saberem o que vão receber no próximo domingo – detalha.

O trabalho dos voluntários da associação, nesse momento, é fundamental para que tudo saia perfeito no dia da entrega:

– No fim da tarde de sábado, deixamos o feijão de molho, limpamos os hortifrutis e, domingo de manhã, já fazemos as refeições – conta Fábio.

Conforme ele, os pratos do dia são distribuídos aos domingos, em quentinhas para levar, para que as famílias tenham o que comer no início da semana: 

– Esse foi nosso pensamento em fazer aos domingos no final da tarde, porque a família já tem a janta e, se sobrar comida, tem para a segunda-feira e dependendo da família, sobra até para terça-feira. Já inicia a semana tendo algo para comer.

Matar a fome daqueles que não têm onde procurar alimento é uma demonstração não só de solidariedade como, também, de afeto. Fundada em agosto deste ano, a Associação de Moradores da Cohab Cachoeirinha realiza a distribuição de refeições para famílias em vulnerabilidade social da região. O grupo, também, desenvolve campanhas de agasalho junto à comunidade. Com o objetivo de ampliar os atendimentos, a entidade, hoje, pede ajuda através de doações de insumos para o preparo das marmitas. <!-- NICAID(14890158) -->
Foto: Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal

Apesar do apoio dos voluntários, a associação precisa de ajuda com doações. A principal necessidade é a de gás, para o preparo dos alimentos, e da embalagem marmitex de isopor, para colocar as refeições prontas. 

Ajude a associação
/// Para saber como contribuir com a Associação de Moradores da Cohab Cachoeirinha, contate Fábio por meio do WhatsApp (51) 98951-9284.

Produção: Vitória Fagundes

Leia mais notícias na seção Seu Problema é Nosso


 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros