ONG busca espaço na Vila Planetário - Notícias

Versão mobile

 
 

Porto Alegre28/09/2021 | 10h10Atualizada em 28/09/2021 | 10h10

ONG busca espaço na Vila Planetário

Misturaí quer utilizar salas para ampliar os projetos sociais desenvolvidos na comunidade

ONG busca espaço na Vila Planetário Luciano Sito / Divulgação/Divulgação
Integrantes da ONG estiveram no COPA Foto: Luciano Sito / Divulgação / Divulgação

Há pelo menos um ano a ONG Misturaí busca estabelecer um diálogo com a prefeitura de Porto Alegre para a utilização de algumas salas da Casa de Artes Santa Terezinha, conhecida entre os moradores da Vila Planetário, no bairro Santana, como COPA. A entidade tem como objetivo utilizar o espaço para ampliar os projetos sociais desenvolvidos na comunidade, em áreas como educação, cultura e geração de renda. 

Na tarde de ontem, o secretário adjunto da Secretaria Municipal de Governança Local e Coordenação Política (SMGOV) Luciano Marcantônio, foi convidado para participar de uma reunião na Vila Planetário para ouvir as demandas das representantes da ONG. Em resposta à demanda, o secretário afirmou que vai articular com outras secretarias para que a entidade tenha um espaço.

LEIA MAIS:
Há 10 anos, avenida alaga no bairro Walderez
Afeto na forma de marmita: associação pede doações de alimentos e insumos para refeições
Em Viamão, família se empenha para conseguir transporte social para menina de três anos

Manifestação

Alguns integrantes da Misturaí e pais de crianças contempladas pelo projeto estiveram no COPA com uma faixa pedindo “espaço para a educação”, se referindo ao prédio que fica próximo à sede da Misturaí, e está desocupado há anos. Segundo a vice-diretora da Misturaí, Adriana Linhares Queiroz, 49 anos, a entidade já entrou em contato com a prefeitura por e-mail e via Orçamento Participativo solicitando uma audiência com o prefeito.

– Queremos utilizar esse espaço de forma compartilhada – explica Adriana.

A expectativa dos integrantes da Misturaí é de que o trabalho da ONG seja reconhecido e incentivado pelo poder público. O COPA tem cerca de 200 metros quadrados, e a ONG tem interesse na utilização de duas salas que totalizam 54 metros quadrados. 

A Misturaí, fundada em 2019 na Capital, tem como objetivo criar projetos beneficiando diferentes segmentos sociais. A ONG opera atualmente com 214 voluntários, dos quais 77% são mulheres. 

 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros