Vizinhança reclama de esgoto na Bonja - Notícias

Versão mobile

 
 

Seu Problema  é Nosso20/09/2021 | 09h00Atualizada em 20/09/2021 | 09h00

Vizinhança reclama de esgoto na Bonja

Morador afirma solicitar conserto de esgoto na Rua Santa Izabel há cinco anos

Vizinhança reclama de esgoto na Bonja Reprodução / Arquivo Pessoal/Arquivo Pessoal
Em dias de chuva problema se intensifica Foto: Reprodução / Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal

Um esgoto correndo a céu aberto tem tirado o sono dos moradores da Rua Santa Izabel, na altura do número 772, no bairro Bom Jesus, na Capital.  De acordo com o vendedor Guilherme Peluffo, 38 anos, o esgoto já virou uma preocupação constante na vida dos moradores. Ele conta que mora na rua há uma década e lembra que vem solicitando o conserto há pelo menos cinco anos. Segundo ele, os técnicos do Dmae já compareceram ao local diversas vezes. No entanto, o problema volta a ocorrer dias depois. 

– A gente conversa com os técnicos, né? Alguns já disseram que talvez seja preciso trocar os canos. Mas, até agora, nada foi feito nesse sentido – explica o morador.

Uma das reclamações registradas recentemente por Guilherme, por meio do telefone 156, gerou o protocolo 2305862175. Dentre os transtornos causados pelo problema, o morador destaca o mau cheiro e o perigo oferecido pela água suja que escorre pela rua. Além disso, explica ele, quando chove, a água do esgoto se mistura com a da chuva:

– Fica parecendo uma cachoeira, é horrível.

Em março deste ano, uma moradora recorreu à seção Pede-se Providência, do Diário Gaúcho, para relatar a mesma situação. Segundo ela, o problema estava ocorrendo havia dois meses e não teria sido resolvido pelo Dmae. Na época, a pasta respondeu que teria realizado a desobstrução da rede cloacal em fevereiro e que uma nova vistoria havia sido realizada. A resposta ainda orientava os moradores a entrarem em contato com o órgão caso o problema voltasse a ocorrer. 

LEIA MAIS:
Instituições se unem para combater a fome de famílias, no bairro Bom Jesus
Com adaptações, projeto social volta a oferecer atividades presenciais no bairro Bom Jesus
Após seis anos, asfalto na Rua São Domingos é finalizado

História antiga

De acordo com o pedreiro Valdez Fachinello, 65 anos, a situação é antiga na região. Segundo ele, além do fato de o esgoto piorar em dias de chuva, também se torna perigoso para as crianças da comunidade. Elas costumam brincar pela rua sem se importarem com a origem da água.

Ele também conta que a comunidade é atendida pelo Dmae, mas que o problema persiste. Além disso, relata que houve uma vez em que o esgoto invadiu o pátio de um dos moradores da rua. 

– Vivo aqui há 26 anos e, infelizmente, sempre foi assim – conta.

Esgoto preocupa moradores na Bom Jesus, na Rua Santa Isabel.<!-- NICAID(14890288) -->
Moradores reclamam de mau cheiroFoto: Reprodução / Arquivo Pessoal

Dmae afirma fazer limpezas frequentes

Em nota, o Dmae informou que realiza desobstruções da rede pública de esgoto sanitário na Rua Santa Izabel de 30 em 30 dias. “A ação é necessária devido a obstruções do coletor cloacal pelo mau uso das redes, ou seja, pelo descarte inadequado de resíduos dentro das tubulações”. 

A pasta também informou que, perto do local, há o arroio Mem de Sá, utilizado pela população como ponto de descarte de lixo. “Os materiais acabam entrando nessa rede e, consequentemente, causando o extravasamento de esgoto entre os números 764 e 814”. 

Por fim, a assessoria afirma que, para os próximos dias, já está programada mais uma ação de manutenção preventiva. “Mas é necessário que os moradores façam a sua parte, não jogando lixo e outros resíduos dentro das redes, arroios e valas”, reforça.

Produção: Kênia Fialho

 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros