Cavalgadas do Bem unem tradicionalismo e solidariedade na arrecadação de alimentos - Notícias

Versão mobile

 
 

Piquetchê do DG06/12/2021 | 09h00Atualizada em 06/12/2021 | 09h00

Cavalgadas do Bem unem tradicionalismo e solidariedade na arrecadação de alimentos

Entidades tradicionalistas e grupos de cavalgadas podem fazer a inscrição pela internet. Evento será no dia 18 deste mês

Cavalgadas do Bem unem tradicionalismo e solidariedade na arrecadação de alimentos Giovani Grizotti / Agencia RBS/Agencia RBS
Na edição de 2019, evento reuniu 5 mil prendas e peões Foto: Giovani Grizotti / Agencia RBS / Agencia RBS

No próximo dia 18, gaúchos de diversas cidades do Estado se unem na terceira edição das Cavalgadas do Bem, mobilização de movimentos tradicionalistas para levar mais comida à mesa de famílias necessitadas. As inscrições, que são feitas pela internet, ainda estão abertas para entidades tradicionalistas e grupos de cavalgadas que quiserem fazer parte do mutirão de solidariedade. 

LEIA MAIS
Momento histórico para a cultura gaúcha
CTG no Morro da Cruz vai produzir gás de cozinha a partir de lixo orgânico
Paixão pela dança também pode ser profissão: conheça o trabalho dos instrutores 

A realização é da RBS TV, em parceria com o Movimento Tradicionalista Gaúcho e Banco de Alimentos do RS, que também é a entidade beneficiada com as doações arrecadadas. O evento consiste na organização de pequenos grupos de cavalgadas que percorrem bairros da cidade recolhendo doações de alimentos de porta em porta, com carros de apoio. Após a arrecadação, os cavaleiros rumam para um ponto de encontro, onde estará ocorrendo uma programação especial. 

– Cada grupo que a gente convida está surpreendendo com ideias para uma programação no dia das cavalgadas. Um grupo vai fazer baile, outros atividades com músicos em praças. Na parte da recepção dos donativos, o pessoal está bem criativo – explica o tradicionalista Verceli de Oliveira, de Passo Fundo, que neste ano coordena a edição. 

Expectativa 

Em função da pandemia, o evento não ocorreu no ano passado e, por isso, Verceli acredita que esta edição será melhor do que a última, que ocorreu em 2019. 

– Estará diferente para melhor. Cavalgadas do Bem é uma ação que, como um todo, soou muito bem para comunidade e a expectativa é de que passe de 200 grupos inscritos – projeta o tradicionalista. 

A segunda edição das Cavalgadas do Bem reuniu 5 mil prendas e peões em dezembro de 2019, com 196 grupos inscritos em 116 municípios do RS. Foram arrecadadas 90 toneladas de alimentos.

O coordenador ainda destaca que, além do envolvimento de grupos tradicionalistas, a ação tem recebido apoio de diversas entidades, como Rotary, Lions Clubes, prefeituras, entre outras. 

Na Serra 

– É uma mobilização muito bonita, que reúne homens, mulheres, crianças e idosos em prol da mesma causa. E não precisa ser só a cavalo: pode ir de bicicleta, pode ir a pé, o importante é contribuir. Na última edição, em 2019, tivemos um único grupo que arrecadou 800 quilos de alimentos – aponta Pedro Novello, coordenador de cavalgadas da 25 ª Região Tradicionalista, que abrange os CTGs da Serra. 

No dia das cavalgadas, cada grupo se compromete a informar, até às 15h, na área “ informe de arrecadação” do site, o total de alimentos coletado. 

QUER AJUDAR?
/// Fique de olho nas cavalgadas que serão realizadas no dia 18 de dezembro.
/// Os grupos tradicionalistas participantes terão pontos de coleta. 

PARA PARTICIPAR
/// Entidades tradicionalistas e cavaleiros podem se inscrever pelo site cavalgadasdobem.com.br.
/// Cada CTG ou piquete pode ter como padrinho um músico local de sua cidade.
/// Uma vez cadastrada, a entidade pode, também, ser um ponto de arrecadação. 

Leia outras notícias do Diário Gaúcho   

 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
Imprimir
clicRBS
Nova busca - outros