Caminhões-pipa abastecem pontos da Zona Leste que estão há mais de 40 horas sem água - Notícias

Versão mobile

 
 

Desabastecimento04/01/2022 | 22h10Atualizada em 04/01/2022 | 22h10

Caminhões-pipa abastecem pontos da Zona Leste que estão há mais de 40 horas sem água

Seis localidades da Capital estão com o fornecimento interrompido desde domingo e Dmae prevê normalização ao longo desta terça-feira

Caminhões-pipa abastecem pontos da Zona Leste que estão há mais de 40 horas sem água Luciano Lanes / Prefeitura Municipal de Porto Alegre/Divulgação/Prefeitura Municipal de Porto Alegre/Divulgação
Moradores de seis localidades da região leste da Capital estão sem água desde domingo Foto: Luciano Lanes / Prefeitura Municipal de Porto Alegre/Divulgação / Prefeitura Municipal de Porto Alegre/Divulgação

Após mais de 40 horas sem receber abastecimento de água, moradores de parte da zona leste de Porto Alegre passaram a ser abastecidos por caminhões-pipa fornecidos pelo Departamento Municipal de Água e Esgoto (Dmae). Em ao menos seis localidades o serviço está interrompido desde a tarde de domingo (2): Partenon, Coronel Aparício Borges, São José, São José Comunitária e Vila João Pessoa.

LEIA MAIS
Problemas em estações de bombeamento causam falta de água em bairros de Porto Alegre
Prefeitura de Porto Alegre autoriza abertura de piscinas públicas
As linhas de ônibus de Porto Alegre que mais foram alvo de reclamação em 2021  

Os primeiros carregamentos foram levados, ainda durante a manhã, para o presídio central e para as Unidades de Saúde Vila Vargas e Vila Pinto. Em seguida, foram encaminhados para quatro pontos do bairro Partenon. Um deles foi até a Escola do Morro da Cruz e encheu a caixa de água da instituição para que os moradores possam utilizar. No início da tarde outro caminhão iria à Escola América. Em outro roteiro, um caminhão foi direcionado por volta das 11h às ruas da Represa e Ernesto Araújo com 1º de Setembro. Ainda durante a tarde, este mesmo caminhão vai até a Rua Maria Apolônia Chaves, 30.

A Estação de Bombeamento de Água Tratada (Ebat) São José II, responsável por abastecer a região, teve sua operação interrompida no domingo, em razão de um vazamento na tubulação da estação São Manoel acontecida em meio ao temporal que atingiu a cidade. O conserto foi concluído na noite desta segunda-feira (3). No entanto, ao reiniciar a operação na São José, houve um curto circuito, impedindo que o fornecimento fosse retomado para parte da população. Funcionários do Dmae realizam a manutenção e esperam normalizar a situação ao longo desta terça-feira (4).

Enquanto isso, moradores da Zona Leste sofrem com o calor e procuram formas de manter a higiene pessoal. O profissional autônomo Anriel do Prado Neves mora com a mãe e a irmã no Morro da Cruz, na Vila São José. Ele foi morar com sua namorada e conta que a mãe tem que tomar banho no serviço. A família conta com a ajuda de um vizinho que disponibiliza uma cisterna, possibilitando que eles possam usar água para cozinhar.

— Daqui a pouco vão ser dois dias sem água, e não são dois dias no frio, é em meio a um calor de quase 40 graus. Ficar uma hora sem se refrescar já é difícil, imagina todo esse tempo — reclama Anriel.

Entre a tarde de segunda e a manhã de terça-feira, os demais pontos afetados por esse problema tiveram o abastecimento normalizado. 

 Leia mais notícias do Diário Gaúcho  

 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros