Escolas municipais em Viamão oferecem oficinas para alunos durante as férias - Notícias

Versão mobile

 
 

Entre letras, números e jogos06/01/2022 | 05h00Atualizada em 06/01/2022 | 05h00

Escolas municipais em Viamão oferecem oficinas para alunos durante as férias

Misturando aprendizado e diversão, atividades são realizadas em 40 instituições da rede municipal

Escolas municipais em Viamão oferecem oficinas para alunos durante as férias Lauro Alves / Agencia RBS/Agencia RBS
Chamada de GIP Verão, a iniciativa trabalha com conteúdos escolares, mas também com questões socioafetivas e com lazer Foto: Lauro Alves / Agencia RBS / Agencia RBS

Ao invés de fechadas, as portas de 40 escolas da rede municipal de Viamão, na Região Metropolitana, estão abertas durante as férias. Os alunos das instituições podem participar de oficinas que mesclam aprendizado com brincadeira. As atividades são oferecidas em 38 escolas da zona urbana e duas da zona rural e começaram na última segunda-feira (3).

O cronograma é dividido de acordo com os anos escolares, com quatro encontros para cada grupo formado. Alunos do jardim têm dinâmicas de vivência e oficinas de diversão. Para os alunos do primeiro ao oitavo ano, há dinâmicas de português e de matemática, além de oficinas de diversão. Em escolas de Ensino Fundamental completo, as atividades são destinadas a alunos do terceiro ao oitavo ano, mas estudantes do nono também podem se inscrever.

Cada atividade tem duração de duas horas e ocorre pela manhã (das 9h30min às 11h30min) ou pela tarde (das 13h30min às 15h30min).

 LEIA MAIS
Livro inspirado na vida da criadora da ONG Casa da Sopa, em Viamão, será lançado neste domingo
Jovens de comunidades da Zona Leste criam estampas para coleção de roupas
Mulher que sobrevoa de helicóptero as praias do Litoral Norte é a primeira piloto da Polícia Civil do RS 

Acolhimento

O GIP Verão, como foi chamado, é um dos braços do Gabinete Integrado de Cuidado com as Pessoas (GIP) — projeto que deu largada em setembro de 2021 e encerrou parte de suas ações com o término das aulas. Algumas seguem funcionando, como é o caso dos atendimentos com fonoaudiólogo, assistente social, psicólogo e professor especializado, que ocorrem em nove escolas-polo da cidade.

Com o início das férias, surgiu a ideia de estender ao longo do verão as oficinas oferecidas pelo projeto. Como destaca a secretária municipal de Educação, Marcia Culau, além das atividades que trabalham com a questão socioafetiva, foram incluídas também aquelas relacionadas à aprendizagem. O acolhimento segue entre os objetivos.

— Acolher os nossos alunos e proporcionar para eles um ambiente saudável nesse período em que estão afastados da escola — define.

Reflexos da pandemia

Viamão, RS, BRASIL,  04/01/2021-Escolas em Viamão oferecem oficinas para alunos durante as férias. Na foto, Escola Municipal Farroupilha - Avenida Senador Salgado Filho, 6031. Foto: Lauro Alves  / Agencia RBS<!-- NICAID(14982148) -->
Nas oficinas, o lado lúdico é exploradoFoto: Lauro Alves / Agencia RBS

Coordenador do GIP da rede municipal, Sander Severiano, explica que as oficinas também servem de suporte aos estudantes que não alcançaram os requisitos necessários para passar de ano e farão uma nova avaliação em fevereiro. Ela afirma que as atividades são uma forma de potencializar o conhecimento de cada um para que busque a melhor ajuda para suas dificuldades.

O impacto da crise sanitária está atrelado ao início do GIP e à sua sequência ao longo do verão:

— O que nos motivou realmente, além de perceber o quanto as crianças e as famílias estão adoecidas, é a defasagem na aprendizagem neste tempo de pandemia — relata Severiano.

Voltar a socializar

Além do ensino, há o reflexo da pandemia em outro âmbito: o das interações.

— Depois de todo esse tempo em casa, entendo que é muito importante para eles voltar com essa socialização. Vimos muita dificuldade de socialização, da falta do afeto, de eles estarem juntos, de conversarem, de terem trocas — entende Alexsandra Bruno Oliva, assistente educacional do GIP, uma das oficineiras da escola municipal Farroupilha, no bairro Santo Onofre.

Sobre o primeiro dia do projeto de verão, Alexsandra explica que foi realizado um bingo com palavras e um jogo de acertos de grafia na oficina voltada à língua portuguesa. Já na de matemática, também teve esse caráter lúdico e divertido — que deve estar presente em todas as atividades.

— Nem todos têm a oportunidade de fazer atividades com a família ou estar em outros ambientes, então a escola estar de portas abertas, recebendo esses alunos, oferecendo conhecimento, diversão, acho que é uma grande oportunidade para eles — destaca Jociane Santos, assistente educacional e oficineira da escola.

Inscrito

Viamão, RS, BRASIL, 04/01/2021-Na escola municipal Farroupilha, em Viamão, o estudante Arthur de Souza Oliveira, de 13 anos, decidiu participar do GIP Verão, iniciativa que está oferecendo oficinas nas escolas durante o período de férias. Foto: Lauro Alves / Agencia RBS<!-- NICAID(14983070) -->
Arthur é um dos estudantes que quiseram participar do projeto ao longo do verãoFoto: Lauro Alves / Agencia RBS

Na escola municipal Farroupilha, o estudante Arthur de Souza Oliveira, 13 anos, frequentava as atividades do GIP durante o período letivo e decidiu seguir participando nas férias. O motivo? Ele conta que queria "ver as pessoas" e também saber quem vai continuar e quem vai sair do colégio e das oficinas.

— Eu estou achando bem legal, é uma forma diferente de participar — comenta Arthur, que em 2022 inicia o nono ano.

Como participar

/// Para se inscrever, os responsáveis do estudante precisam assinar uma autorização fornecida pela escola. O único requisito é que o aluno esteja matriculado no local.
/// O GIP Verão ficará com inscrições abertas até o fim da ação, em 4 de fevereiro.
/// Para mais informações, é possível entrar em contato com a Secretaria da Educação de Viamão pelo telefone (51) 3492-7699.

Produção: Isadora Garcia

 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros