Permissionários trocam alianças em noivado surpresa no Mercado Público e planejam casar no prédio de 152 anos na Capital - Notícias

Versão mobile

 
 

Centro Histórico01/07/2022 | 21h25Atualizada em 01/07/2022 | 21h25

Permissionários trocam alianças em noivado surpresa no Mercado Público e planejam casar no prédio de 152 anos na Capital

Cerimônia deve ocorrer daqui a três anos por um motivo especial: a noiva quer que a neta, recém-nascida, seja a dama de honra

Comerciante no Mercado Público de Porto Alegre, Janaína Soares Ramos ganhou uma festa com dupla comemoração no prédio histórico localizado no Centro Histórico da Capital. Em cima de uma das mesas usadas para servir os clientes, estava o bolo de aniversário de seus 40 anos. Escondidos em uma caixa embrulhada para presente, uma aliança e um papel preto onde, em letras brancas, estava escrito “Quer se casar comigo?”.

— Eu imaginei que tinha chocolates dentro, porque eu amo chocolates. Fui abrindo, cheguei ao fundo da caixa e tava lá a aliança, com o bilhete. Eu não esperava — relembra a noiva.

O inesperado pedido ocorreu na última segunda-feira (27), em frente ao Bar Chop 26 e à Pizza Veg, bancas que ela e o namorado — agora noivo — Claudemiro Adam, 46 anos, mantêm em sociedade. 

No dia da surpresa, com objetivo de despistar a noiva enquanto as mesas ganhavam decoração, doces e salgados, Claudemiro arranjou as mais variadas desculpas: lhe deu carona para consulta no dentista, circulou pela cidade e a levou até em uma ferragem, argumentando que precisava acelerar a reforma na futura loja que ambos terão no piso superior do Mercado. A expectativa dos permissionários é voltar a ocupar o segundo andar em menos de um mês - um incêndio destruiu boa parte da estrutura em 2013.

Leia mais
Escadas rolantes do Mercado Público começam a ser instaladas, e segundo piso pode ser reaberto em julho
Novos deques externos do Mercado Público são liberados para a população

Na praça de alimentação, o “parabéns a você” foi seguido pelo convite para oficializar a união. Ele admite que, quando viu a futura esposa com o anel, acabou tomado por uma rápida apreensão.

— Fiquei com medo de levar um “não” — revela o empresário, em tom de brincadeira.

Na manhã desta sexta-feira (1º), o casal contou sua história na Rádio Gaúcha, e o romântico pretendente repetiu o ato: segurou as mãos da companheira e ouviu novamente um “sim”. Com um complemento:

— Eu já aceitei, amor — brincou Janaína.

Os dois estão juntos desde 2010, com um “intervalinho” no período, como brincou a mulher, sobre a breve separação. Moram em Eldorado do Sul, região metropolitana da Capital, e têm um filho fruto do relacionamento.

O casamento no Mercado Público deve demorar ao menos três anos para acontecer, por um “pequeno” motivo: o desejo de que a neta, Antonella, carregue as alianças. A menina nasceu há dois meses.

— Ela vai trazer a aliança e os clientes vão comemorar conosco — convida a noiva, entusiasmada.

Leia mais
Mais de 1,3 mil famílias regularizaram o seu imóvel desde 2021 em ações da prefeitura de Porto Alegre
Parceirização chega a 86% dos postos de saúde
Projeto social no bairro Hípica ensina sobre disciplina, respeito e caráter por meio do futebol

Gestor do Mercado Público, Ronaldo Pinto Gomes acredita que o fato seja inédito nos 152 anos de existência do prédio . E já deu sua benção para que os planos saiam conforme previsto.

— Esses dois representam o trabalho árduo de quem é permissionário do Mercado. Trabalham todos os dias, inclusive final de semana, e merecem essa festa — diz o administrador.

Observando a sessão de retratos do repórter fotográfico Lauro Alves, a primeira convidada já se manifestou.

— Vai ter que convidar todo o Mercado. A primeira sou eu — afirma, sem cerimônia, a cliente Nair Borges, 38 anos, enquanto toma café no estabelecimento.

Ouça a entrevista do casal no programa Gaúcha Hoje, da Rádio Gaúcha:


 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros