Um fenômeno recente do sertanejo e em ascensão: quem era Cristiano Araújo - Entretenimento

Versão mobile

 
 

Luto na música24/06/2015 | 12h20

Um fenômeno recente do sertanejo e em ascensão: quem era Cristiano Araújo

Cantor, falecido nesta quarta, despontava no cenário sertanejo como revelação. No Rio Grande do Sul, ainda não havia atingido o sucesso do resto do país

Um fenômeno recente do sertanejo e em ascensão: quem era Cristiano Araújo Cléber Carvalho/Divulgação
Foto: Cléber Carvalho / Divulgação

Cristiano Araújo, que faleceu aos 29 anos em um acidente de carro, será velado em cerimônia aberta ao público no Centro Cultural Oscar Niemeyer, em Goiânia, nesta quarta-feira. Em Goiás, terra de expoentes do gênero como Zezé di Camargo & Luciano, Chrystian & Ralf e Leandro & Leonardo, ganhou o primeiro violão dos pais aos seis anos e começou a se apresentar em festivais regionais.



De berço sertanejo, Cristiano Araújo fez sua primeira composição aos 10 anos. Três anos depois, gravou seu CD de estreia com apenas cinco músicas para participar do Domingão do Faustão. Ficou entre os melhores da região Centro-Oeste e integrou a coletânea Jovens Talentos, que ajudou a alavancar sua carreira.

Em 2011, começou a ganhar destaque no país com sua voz de timbre forte, ao estilo de Leonardo, aliás. Em 2011, gravou o DVD Efeitos, que trouxe nomes conhecidos como Jorge, da dupla com Mateus, Gusttavo Lima e Humberto & Ronaldo. Efeitos, aliás, foi a canção que começou a chamar a atenção do público para Cristiano, que teve imagens registradas de seu último show.

Assista ao clipe de Efeitos, seu primeiro sucesso, com mais de cinco milhões de acessos:

No Faustão, começou a aparecer para o país

Com o primeiro hit, voltou ao Domingão e foi premiado por votação direta do público, fato que garantiu a sua participação em um dos maiores festivais sertanejos do Brasil, o Sertanejo Pop Festival 2012, em São Paulo.

Já como uma das revelações do sertanejo, lançou em 2012 o segundo álbum, Ao Vivo em Goiânia, com participações de Bruno & Marrone, Fernando & Sorocaba, Israel & Rodolffo, seu pai João Reis, entre outros.

Em 2013, Cristiano lançou o CD Continua, com os sucessos Maus Bocados e Caso Indefinido. Depois engatou Mente pra Mim, Maus Bocados, Você Mudou, È Com Ela Que Eu Estou e Hoje eu Tô Terrível, uma das mais tocadas de 2014.  

Assista ao clipe de Hoje eu Tô Terrível

 

Confira o clipe de É Com Ela Que Eu Estou

 

Por aqui, Pepsi On Stage lotado



No mais recente álbum, In The Cities, mesclou em 20 faixas canções românticas e alguns arrochas, ritmo típico do Nordeste, em uma tour que passou pelos Estados Unidos e esteve em Porto Alegre no dia 27 de março. Para um Pepsi On Stage lotado (foto acima), Araújo desfilou sucessos presentes no seu mais recente DVD.

O show é considerado sua grande apresentação em Porto Alegre. Araújo não teve o mesmo destaque no Rio Grande do Sul que obteve no país. Aqui, o mercado é tradicionalmente mais fechado para alguns gêneros, especialmente o sertanejo. Na comparação com colegas como Michel Teló e Fernando & Sorocaba, ele ainda engatinhava por aqui.  

Para entender: pagodeiros e sambistas consagrados, como Thiaguinho e Arlindo Cruz, sempre ressaltam que suas músicas estouram antes por aqui do que em outras regiões do país. Para o sertanejo, é um movimento diferente, sempre demora mais. Muitas vezes, acaba nem tendo o mesmo sucesso do restante do país O gaúcho é, por suas características, mais ligado à música nativista e ao samba.

Outra observação importante a ser feita para entender a relação de Cristiano com o Rio Grande do Sul é seu curto tempo de carreira. Estourado, efetivamente, são quatro anos. Pouco tempo para um mercado tão fechado como o gaúcho.  

Só simpatia e humildade

No show do sertanejo em Porto Alegre, ele agradou a todos. Lotou o Pepsi Os Stage, fez um show irretocável e ainda foi simpático e acessível com todos.

— Após o show, no camarim. ele ficou atendendo a todo mundo. Quando acabou a fila, ele disse: "cara, vê se não tem mais gente na rua, se não tem ninguém esperando". Muito humilde, simpático — relembra Maninho Mendes, da Camarote Produções, responsável pelo show de Cristiano no Pepsi

Leia mais sobre famosos e entretenimento

Maninho (à esquerda, na foto abaixo) esteve em Goiânia com Cristiano para fechar os detalhes do show de março e revela que o sertanejo queria muito o espetáculo aqui.




— E para novembro, tínhamos uma negociação avançada para um show em Novo Hamburgo. Uma pena — lamentou Maninho.

* Diário Gaúcho

DIÁRIO GAÚCHO

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros