Auxílio Emergencial Gaúcho começará a ser pago para mulheres em 17 de maio - Notícias

Versão mobile

 
 

Ajuda na pandemia09/05/2021 | 21h34Atualizada em 10/05/2021 | 10h14

Auxílio Emergencial Gaúcho começará a ser pago para mulheres em 17 de maio

Anúncio foi neste domingo em um vídeo pelo governador Eduardo Leite

Auxílio Emergencial Gaúcho começará a ser pago para mulheres em 17 de maio Felipe Dalla Valle / Palácio Piratini/Divulgação/Palácio Piratini/Divulgação
Foto: Felipe Dalla Valle / Palácio Piratini/Divulgação / Palácio Piratini/Divulgação

O governador Eduardo Leite confirmou que o pagamento do Auxílio Emergencial Gaúcho vai começar pelo grupo das mães chefes de família em situação de vulnerabilidade. A informação foi divulgada em um vídeo, disponibilizado neste domingo (9) nas redes sociais do governo do Estado.

As mulheres que poderão retirar o benefício, em parcela única de R$ 800, são chefes de família que já estão com nome no Cadastro Único do governo federal, com família de no mínimo cinco pessoas, com renda per capita média de até R$ 89 por mês, três filhos e sem Bolsa Família ou auxílio federal. Segundo o Executivo, um mapeamento feito demonstra que 8.161 mulheres encontram-se com todas essas condições.

Leia outras notícias do Diário Gaúcho

A liberação do benefício começa no dia 17 de maio e será realizada via ordem de pagamento no Banrisul. Segundo o governo do Estado, o total estimado de recursos para esse grupo é de mais de R$ 6,528 milhões. O prazo para retirada do valor é de 90 dias. Conforme o Piratini, em breve, será disponibilizado uma forma de consulta, via CPF, para saber se a pessoa está apta a receber o benefício. Também será divulgado ainda como retirar o valor no banco.

O Auxílio Emergencial Gaúcho também é voltado a 19.458 empresas do Simples Gaúcho, 58.410 microempreendedores individuais (MEI) e 18.530 desempregados. Fora as mulheres que receberam o benefício nesta primeira etapa, os demais grupos estão sendo operacionalizados pelo governo do Estado. Serão repassados até R$ 107 milhões na forma de subsídio a cerca de 104,5 mil beneficiários.

Leia também
Estado ultrapassa 21% da população imunizada com primeira dose; atraso em segunda preocupa
As dificuldades enfrentadas por quem depende dos R$ 150 do novo auxílio emergencial

Confira o vídeo divulgado hoje:


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros