Sem administração pública, moradores do Morro do Paula sofrem com a falta de infraestrutura - Notícias - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Seu Problema é Nosso20/03/2017 | 08h24Atualizada em 20/03/2017 | 08h24

Sem administração pública, moradores do Morro do Paula sofrem com a falta de infraestrutura

Prefeitura de São Leopoldo prometeu verificar a situação na tarde desta segunda-feira

Sem administração pública, moradores do Morro do Paula sofrem com a falta de infraestrutura Arquivo pessoal/Leitor/DG
Foto: Arquivo pessoal / Leitor/DG

A dor de cabeça causada pela confusão entre municípios segue atingindo moradores do Morro do Paula. Em dezembro de 2015, a situação parecia estar sendo definida, quando a Divisão de Geografia e Cartografia (DGC) da Secretaria Estadual do Planejamento, Mobilidade e Desenvolvimento Regional começou a estabelecer os limites entre as quatro cidades às quais o Morro faz parte: Gravataí, Sapucaia do Sul, São Leopoldo e Novo Hamburgo.

Entretanto, para quem vive lá, ainda existem problemas para serem resolvidos.

Leia mais notícias da seção Seu Problema é Nosso!

O porteiro desempregado Oseias Machado, 40 anos, mora há sete anos na Rua Coxilha da Cruz, entre São Leopoldo e Novo Hamburgo. Ele nunca soube a quem recorrer para resolver alguma questão porque, quando precisou de ajuda, recebeu negativa das duas prefeituras. Há dificuldades quanto a iluminação pública, atendimento médico e água encanada, conforme Oseias.

— A taxa de iluminação pública segue vindo na conta, mas os poucos postes existentes estão com as lâmpadas queimadas — diz ele.

Sem subir

A falta de manutenção das vias, além de prejudicar o deslocamento de veículos, coloca em risco a saúde dos moradores e a educação das crianças. Isso porque, segundo Oseias, a unidade de saúde móvel que fazia visitas a cada 15 dias não consegue mais subir o morro. Além disso, em dias de chuva, é comum os estudantes faltarem à aula, pois o ônibus escolar não chega até eles.

— Não temos ninguém por nós além de Deus — desabafa o morador.

De seis em seis meses, conforme Oseias, a prefeitura de São Leopoldo envia uma equipe para patrolar a Estrada Morro do Paula, que é a principal da região. Entretanto, as demais ruas não recebem manutenção, nem mesmo esporádica.

Para minimizar as consequências da falta de estrutura, os próprios moradores se unem para tapar os buracos e cortar a grama.

Leia mais
Com doença rara, adolescente de Barra do Ribeiro precisa de R$ 150 mil para fazer tratamento na Tailândia
Após filha cair de 5 metros, mãe se preocupa com grade de proteção danificada
Menino de nove anos precisa de doadores de sangue e medula óssea para tratar doença rara

Em verificação

A prefeitura de Novo Hamburgo, por meio da subsecretaria de Obras do Bairro Lomba Grande, assegura que os problemas da Rua Coxilha Grande, no Morro do Paula, não são de sua competência.

O secretário de Obras de São Leopoldo, Geraldo Passos, não confirmou que a rua seja responsabilidade do município. Contudo, garantiu que, na tarde desta segunda-feira, uma equipe do órgão fará uma visita à via para uma avaliação técnica que vai apontar o que pode ser feito.

Geraldo afirma, ainda, que, sempre que chove na região, a prefeitura faz a manutenção das ruas.


 

Vídeos recomendados para você

 
 
 

Siga o Diário Gaúcho no Twitter

  • marinelson23

    marinelson23

    JacksonRT @O_Marcoss: @CaioantoniocS @dougRodriguesol @_demetryus_ @marinelson23 Padrão Fifa, vai chegar o dia q poa vai parar começo do ano por c…há 12 minutosRetweet
  • CaioantoniocS

    CaioantoniocS

    CardosoRT @O_Marcoss: @CaioantoniocS @dougRodriguesol @_demetryus_ @marinelson23 Padrão Fifa, vai chegar o dia q poa vai parar começo do ano por c…há 13 minutosRetweet
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros