Para reverter doença que dificulta movimentos do corpo, Arthur precisa de R$ 250 mil para fazer cirurgia no exterior - Notícias

Versão mobile

 
 

Seu problema é nosso02/05/2017 | 08h37Atualizada em 02/05/2017 | 09h44

Para reverter doença que dificulta movimentos do corpo, Arthur precisa de R$ 250 mil para fazer cirurgia no exterior

Família de Porto Alegre lançou campanha na internet para arrecadar valor

Para reverter doença que dificulta movimentos do corpo, Arthur precisa de R$ 250 mil para fazer cirurgia no exterior Arquivo Pessoal/Leitor/DG
Foto: Arquivo Pessoal / Leitor/DG

Há uma semana, os administradores Rodrigo Larronda e Letícia Salomão, ambos de 35 anos, de Porto Alegre, receberam um e-mail que marca mais uma etapa na luta pela saúde do filho de três anos Arthur Larronda Salomão. O St. Louis Children¿s Hospital, nos Estados Unidos, aceitou fazer a cirurgia Rizotomia Dorsal Seletiva no menino, portador de paralisia cerebral quadriplégica espática (PCQE).

Para tratar a doença, que tensiona os nervos motores do corpo e dificulta os movimentos, o casal, pais ainda do gêmeo Rafael, precisam arrecadar R$ 250 mil (que cobrirão cirurgia, transporte, hospedagem e alimentação). Com vaquinhas online, rifas, venda de camisetas e muita divulgação, até ontem a campanha #VaiArthur já tinha conseguido arrecadar mais de R$ 45 mil.

Leia mais notícias da seção Seu Problema é Nosso!

Após descobrir a possibilidade de cura com a operação no final do ano passado, Letícia e Rodrigo enviaram toda a documentação para avaliação de Arthur no St. Louis. Enquanto esperava a resposta, a família começou a mobilização para obter o valor. Com a resposta positiva, a corrida, agora, é contra o tempo.

— Temos que passar para o hospital o mês em que poderemos ir. Planejamos que seja até o final do ano. Por isso, precisamos de toda ajuda possível — diz a mãe.

Segundo Letícia, eles pretendem levar a fisioterapeuta de Arthur para acompanhar a cirurgia, a fim de que o pós-operatório seja mais eficiente. De volta ao Brasil, a fisioterapia fará parte da recuperação do garoto.

O tratamento

O objetivo da cirurgia é fazer desaparecer o tensionamento que dificulta os movimentos de Arthur, para que ele possa voltar a se mover normalmente. Todo o processo leva cerca de um mês. A volta total dos movimentos pode levar de seis meses a dois anos, nos melhores resultados.

Foto: Arquivo pessoal / Leitor/DG

O Hospital de Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo também realiza a cirurgia. Contudo, faz apenas em crianças com mais de quatro anos. Por este motivo, a família recorreu ao tratamento no Exterior.

Gêmeos

Prematuro de 29 semanas, Arthur teve uma hemorragia cerebral logo após o nascimento, o que causou a paralisia. Seu irmão gêmeo, Rafael, nada sofreu.

Atualmente, Arthur faz acompanhamento diário de fisioterapia, terapia ocupacional, fonoaudiologia e hidroterapia. Uma vez por semana, o menino também participa de equoterapia (tratamento com cavalos) e musicoterapia. Para ter direito a tudo isso, a família entrou na Justiça pedindo que o plano de saúde cobrisse os gastos.

Definido pela mãe como uma criança alegre e esperta, Arthur tem no gêmeo Rafael seu grande incentivador. Apesar de ainda serem pequenos e não entenderem muito bem tudo o que acontece, a união é importante para que ele viva o mais normalmente possível.

— Nosso sonho é dar ao Arthur uma vida sem complicações. Queremos que ele possa realizar tarefas simples para a maioria das crianças, como sentar e levantar sozinho — diz Letícia.

Leia mais
Falta de ônibus acessível deixa cadeirante desempregada em Novo Hamburgo
Pais esperam por quase três meses leite especial para filha
Demora para fazer exame adia cirurgia para morador de São Leopoldo

Veja como ajudar

- A família tem três contas bancárias em nome de Arthur Salomão Larronda (CPF 045.223.910-99). No Itaú (agência 7449 conta 15118-7/500), no Banco do Brasil (agência 5656-1, conta 510.015.092-7, variação 51) e na Caixa (agência 3447, operação 013, conta 10666-7).

- Além disso, há uma vaquinha online: vakinha.com.br/vaquinha/vaiarthur.

Mais informações: (51) 99999-7805.


 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros