Vazamento de esgoto é problema recorrente há cinco anos em loteamento de Sapucaia do Sul - Notícias - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Seu Problema é Nosso22/05/2017 | 08h19Atualizada em 22/05/2017 | 08h19

Vazamento de esgoto é problema recorrente há cinco anos em loteamento de Sapucaia do Sul

Prefeitura confirmou que o caminhão de hidrojateamento está estragado e não há previsão de conserto

Vazamento de esgoto é problema recorrente há cinco anos em loteamento de Sapucaia do Sul Arquivo pessoal/Leitor/DG
Foto: Arquivo pessoal / Leitor/DG

A auxiliar de logística Simone Paula Machado Polla, 43 anos, mora há cinco anos no Loteamento Parque Primavera, em Sapucaia do Sul. Desde então, todos os anos enfrenta o mesmo problema em frente à sua residência, na Rua Paulo Barbieri de Moura, Bairro Fortuna: vazamento de esgoto. Neste ano, desde janeiro, ela entra em contato com a prefeitura pedindo providências.

Leia mais notícias da seção Seu Problema é Nosso!

A caixa de esgoto, que fica na calçada do lado de fora da casa, está entupida e verte água suja. Além do acúmulo de lama, Simone reclama do mau cheiro e da proliferação de mosquitos. Segundo ela, não é possível deixar as janelas abertas nem sentar no pátio para tomar chimarrão:

— Não dá para comer, deixar a casa aberta, sentar na rua, ficar no portão conversando com alguém. O fedor é insuportável.

Esgoto volta

Simone explica que, em outro ano em que o problema ocorreu, o esgoto, além de deixar a frente da residência molhada, voltou pelo ralo da lavanderia e sujou as roupas dentro da máquina de lavar. A moradora já perdeu a conta de quantas vezes ligou para a prefeitura.

— Todo ano é a mesma novela. A caixa entope, e não é só na minha casa. A prefeitura demora um tempo. Quando vem, só desentope e vai embora. Na verdade, precisam trocar a canalização. Se fosse apenas superficial, já teria sido resolvido. O loteamento tem 700 casas, e a rede não dá conta — diz Simone.

Neste ano, há quase cinco meses esperando, a última resposta da administração municipal, segundo Simone, foi ainda mais desanimadora:

— Eles disseram que o caminhão que executa este tipo de serviço está estragado e que a prefeitura não tem outro nem orçamento para consertar o existente. Isso é uma vergonha — queixa-se ela.

Leia mais
Graças à solidariedade, menina com paralisia cerebral consegue sonda para fazer fisioterapia sem dor
Escola entregue há menos de um ano está abandonada e precisa de reforma para receber alunos em Sapucaia do Sul
Comunidade de loteamento em Porto Alegre pede regularização e pavimentação das ruas há 17 anos

Prefeitura não dá prazos para soluções

Por meio de sua assessoria de comunicação, a prefeitura de Sapucaia informou que o vazamento de esgoto no Loteamento Parque Primavera ocorre porque as ligações das casas às redes de esgoto cloacal estão irregulares. Assim, a gordura obstrui a rede.

A administração municipal confirmou que o caminhão de hidrojateamento está estragado. Para resolver o caso, a Secretaria de Obras está tomando diferentes medidas. Está em processo licitatório o conserto do caminhão, mas sem previsão de quando será feito. Para tentar resolver mais rápido o problema, a prefeitura pediu um caminhão emprestado à Corsan, mas ainda não teve retorno. Outra tentativa é com a prefeitura de Novo Hamburgo, por meio de uma aderência de licitação para contratação de empresa que faça o serviço (significa que a mesma empresa poderá atuar nas duas cidades).


 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros