VÍDEO: leão-marinho puxa menina para dentro d'água no Canadá - Notícias - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Susto em passeio23/05/2017 | 11h22Atualizada em 23/05/2017 | 11h24

VÍDEO: leão-marinho puxa menina para dentro d'água no Canadá

A criança havia se aproximado e estendido a mão ao animal para acariciá-lo

Uma família de turistas levou um susto no sábado (20) ao visitar uma marina em Vancouver, no Canadá: um leão-marinho puxou uma menina pela blusa para dentro d'água. As informações são do jornal The Star e, até as 11h30min desta terça, o vídeo do momento já tinha 18,6 milhões de visualizações no YouTube.

Conforme o site, tudo começou quando um jovem quis registrar com seu celular o momento em que o leão-marinho aparecia na água e interagia com os visitantes. Em seguida, uma menina se sentou ao lado de seu avô na borda píer e estendeu a mão ao animal, para acariciá-lo. De repente, ele mordeu a blusa da criança e a puxou para dentro d'água.

Leia mais
VÍDEO mostra momento em que ambientalista é atacado por elefante
VÍDEO: comunidade se une e aluga casa para protetor de animais que teve moradia incendiada em Gravataí
Protetor de animais que teve moradia incendiada reencontra cachorra que salvou filhotes do fogo

No vídeo, é possível ver que o avô pula imediatamente na água para salvar a neta, com a ajuda dos observadores. Ele resgata a menina e, sem seguida, volta para o píer, sem ferimentos.

Falsa aparência

Ao jornal The Star, Danielle Hyson, treinadora de mamíferos marinhos, avaliou o comportamento do animal.

— Você o vê inicialmente sair da água e bufar. Isso é o que chamamos de precursor de agressividade. Então ele está deixando as pessoas saberem que ele está começando a ficar frustrado. Nessa situação, as pessoas devem se afastar imediatamente — explicou.

Segundo a treinadora, embora pareçam dóceis, esses animais, que podem pesar mais de 200kg, não são.

— Eles parecem fofos, e sei que as pessoas têm um fascínio natural com eles. Eles parecem com cachorros d'água, mas eles absolutamente não são — contou.

Outro risco apontado pela profissional é o de infecções. Ela disse que há perigo para a menina caso os dentes do animal tenham arranhado ou perfurado a pele dela.

— Focas e leões marinhos carregam bactérias terríveis na boca — alertou.

Leia mais notícias



 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros