Em Viamão, moradores aguardam por patrolamento em rua há mais de um ano - Notícias

Versão mobile

 

Seu problema é nosso13/04/2018 | 11h15Atualizada em 13/04/2018 | 11h15

Em Viamão, moradores aguardam por patrolamento em rua há mais de um ano

Antes do início do ano passado, manutenções eram feitas com certa regularidade para evitar uma piora da situação, segundo moradores

Em Viamão, moradores aguardam por patrolamento em rua há mais de um ano Arquivo Pessoal / Leitor/DG/Leitor/DG
Rua está cheia de buracos Foto: Arquivo Pessoal / Leitor/DG / Leitor/DG

Os moradores da Rua Tefé, bairro Santa Isabel, em Viamão, aguardam por um patrolamento na via desde janeiro de 2017. O diagramador Marcelo Pinto Ferreira, 33 anos, reside há 30 anos na comunidade e conta que pedidos para que o local seja pavimentado são antigos. 

Leia mais
Repasses atrasados interrompem atendimentos de fisioterapia em Sapucaia do Sul
Pedestres esperam por passarela na RS-020 há mais de 15 anos, em Gravataí
Aposentado sofre com falta de sondas uretrais, em Sapucaia do Sul

Antes do início do ano passado, manutenções eram feitas com certa regularidade para evitar uma piora da situação, como conta Marcelo: 

— Quando choveu depois da última patrola, todos os buracos já tinham voltado. Normalmente, o patrolamento aguentava até três ou quatro temporais antes de piorar. Quando questionei por que o serviço não foi completo, a prefeitura só disse que faltou um equipamento. 

Canos estourados 

Desde então, o diagramador e seus vizinhos questionam o poder público sobre a falta do serviço. Por enquanto, a única resposta que receberam é que teriam que custear a pavimentação da via: 

— Eu precisaria fazer um abaixo- assinado com todos os moradores na rua. Muitos ficaram com receio porque o valor poderá ser alto. 

Em 9 de janeiro de 2017, a reclamação de Marcelo apareceu na seção Pede-se Providências do Diário Gaúcho. Ele conta que a esperança de quem mora no local sempre foi a pavimentação, o que faria com que manutenções não mais fossem necessárias: 

— Observando as ruas aqui do bairro em que a pavimentação foi feita, é muito claro que essa seria a melhor opção para a (Rua) Tefé. Seria uma solução duradoura. 

Não são só os buracos na via que afetam os moradores. Com o aumento deles, a tubulação de água fica cada vez mais exposta. Marcelo conta que os canos já estouraram mais de uma vez. 

A mais recente tentativa de contato do diagramador com a prefeitura foi em fevereiro. O morador do bairro Santa Isabel afirma que terminou a ligação frustrado: 

— Ficaram me passando de um lugar para o outro. Não consegui nenhuma resposta, nem para quando seria a próxima patrola. A espera não acaba nunca. 

Sem previsão para o próximo serviço 

A Secretaria de Obras e Serviços Públicos de Viamão afirmou que o cronograma dos patrolamentos segue uma sequência de execução de pedidos. Entretanto, não informou qual o prazo esperado entre visitas, qual a ordem em que são agendadas nem quanto tempo leva para fazer o serviço, a partir do pedido feito pelos moradores. 

A secretaria explicou que, em casos extraordinários, agentes do município vão ao local para sanar o problema, fazendo patrolamento, ensaibramento ou outro reparo. Em relação à pavimentação da Rua Tefé, declarou que a obra não é feita devido ao pouco tráfego de veículos. 

Confirmando o que foi dito para Marcelo, a opção dos moradores é fazer uma parceria com a prefeitura — em que a verba necessária será dividida igualmente entre as partes. Em nota, a secretaria afirmou que possui equipes e equipamentos necessários para este tipo de serviço.

*Produção: Leticia Gomes 

Leia outras reportagens da seção Seu Problema é Nosso


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros