Academia pública do Parque Chico Mendes volta à ativa depois de seis meses, em Porto Alegre - Notícias

Versão mobile

 

Seu problema é nosso11/05/2018 | 09h22Atualizada em 11/05/2018 | 09h40

Academia pública do Parque Chico Mendes volta à ativa depois de seis meses, em Porto Alegre

O Diário Gaúcho mostrou em novembro do ano passado que vândalos haviam danificado os equipamentos do local, deixando-os inutilizáveis

Academia pública do Parque Chico Mendes volta à ativa depois de seis meses, em Porto Alegre Arquivo Pessoal / Leitor/DG/Leitor/DG
Equipamentos novos foram instalados para uso da comunidade Foto: Arquivo Pessoal / Leitor/DG / Leitor/DG

Os frequentadores da Praça México, principalmente os que se exercitam no local, estão mais felizes. Desde o dia 27 de abril, a academia do parque, que fica no bairro Rubem Berta, zona norte de Porto Alegre, voltou a funcionar. Agora, com equipamentos novos. 

Leia mais
Prefeitura promete novo muro e calçada, mas para obra no meio e prejudica moradores, em Viamão
Família está há seis meses sem receber aluguel social, em Porto Alegre
Paciente aguarda há três anos por cirurgia bariátrica, em Canoas

Como o Diário Gaúcho mostrou em novembro do ano passado, vândalos haviam danificado os equipamentos do local, deixando-os inutilizáveis. Morador da região e visitante assíduo da praça desde 2004, o vigilante Jorge Luís Lopes de Souza, 48 anos, foi quem procurou o jornal no final de 2017 para denunciar o caso. 

Na época, ele estava decepcionado com a situação, especialmente quando via idosos chegando ao local pela manhã para se exercitar — inclusive, cadeirantes — e encontravam os aparelhos vandalizados.

Melhorias

Seis meses depois, o cenário é outro. Além da possibilidade de exercitar nos aparelhos de ginástica disponibilizados no espaço público, os frequentadores garantem que a limpeza da praça também melhorou, assim como a iluminação do local.

— Toda segunda-feira tem equipe da prefeitura fazendo limpeza. E toda as luminárias foram trocadas, a praça está muito mais viva e utilizada pelos moradores — comemora Jorge.

Conforme o vigilante, somente o equipamento destinado a pessoas com deficiência (PCDs) ainda não foi trocado, mas os frequentadores aguardam a realização do serviço em breve.

Além dos equipamentos de ginástica, manutenção da praça também está em dia, garantem os moradoresFoto: Arquivo Pessoal / Leitor/DG

Vandalismo persiste

Entretanto, mesmo com todos os prós, Jorge relata que pequenos contras ainda precisam ser combatidos pelo poder público. Segundo o morador, o local continua sofrendo com a presença de vândalos durante a noite:

— Os delinquentes estragaram o balanço das crianças esses dias. São pessoas mal intencionadas que vem para cá causar esses problemas. 

Para ele, a principal causa do problema é a falta de vigilância da área da Praça México pela Guarda Municipal. Além disso, Jorge conta que existem câmeras de monitoramento instaladas no parque, mas não se sabe se estão funcionando.

— A Brigada Militar passa por aqui durante o dia, mas o dever de proteger e cuidar deste ambiente público também é da Guarda Municipal. Desta, exigimos mais presença — protesta o morador.

*Produção: Alberi Neto

Leia outras reportagens da seção Seu Problema é Nosso


 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros