Rompimento de rede provoca abertura de buracos em pátios na zona norte de Porto Alegre - Notícias

Versão mobile

 

Seu problema é nosso26/07/2018 | 10h12Atualizada em 26/07/2018 | 10h12

Rompimento de rede provoca abertura de buracos em pátios na zona norte de Porto Alegre

Desde abril, ao menos, os moradores do Parque Santa Fé tentam contato com a prefeitura para pedir os reparos no local, mas a demanda ainda não foi atendida

Rompimento de rede provoca abertura de buracos em pátios na zona norte de Porto Alegre Arquivo Pessoal / Leitor/DG/Leitor/DG
Adão, vizinho de Luiz, observa cratera que surgiu em seu pátio Foto: Arquivo Pessoal / Leitor/DG / Leitor/DG

Um beco entre duas residências da Avenida Delmar Rocha anda trazendo preocupação aos moradores do bairro Parque Santa Fé, em Porto Alegre

Leia mais
Esgoto transbordando atrapalha rotina de aulas em creche de Porto Alegre
Em Porto Alegre, paciente aguarda há 11 meses por consulta com ortopedista
Homem busca ajuda para fazer cirurgia e amenizar sofrimento causado pelo Parkinson 

O pequeno corredor ao lado da casa do contador aposentado Luiz Carlos Gerhardt, 65 anos, abriga tubulações de esgoto subterrâneas que desembocam em uma rede mista (pluvial e cloacal), a cerca de 50 metros da via. 

Porém, um dos canos se rompeu e, com o aumento das chuvas, a mistura de esgoto pluvial e cloacal começou a vazar. Não bastassem os alagamentos e o mau cheiro, crateras surgiram no pátio de Luiz e do vizinho. 

— Há algum tempo estávamos pedindo reparos em função da rede rompida. Agora, com esse buracos, temos medo de que a situação piore. Meu vizinho tem uma caixa d’água e um tripé que podem desmoronar se o solo continuar cedendo — explica Luiz. 

Protocolo 

Preocupados com as proporções do problema, moradores registraram um protocolo no sistema da prefeitura no início de abril. Depois de três meses, a reclamação foi dada como concluída. Porém, nenhum serviço foi executado pela prefeitura na região. 

— Algumas equipes estiveram aqui, olharam, tiraram umas fotos e não mais apareceram — recorda o contador. 

No protocolo do site Fala Porto Alegre, a prefeitura diz que "existe necessidade de obras no local e, por isso, a reclamação foi enviada à equipe do contrato de Pequenas Obras para avaliação e encaminhamento". 

Insatisfeito com o retorno, Luiz registrou nova reclamação, neste mês, por meio do telefone 156. A demanda segue aguardando um retorno da prefeitura. 

— Já não sabemos mais a quem recorrer. Precisamos de uma resposta do poder público. Entretanto, nenhum posicionamento é repassado aos moradores aqui do bairro — reclama o contador aposentado.

Muros e cercas já estão comprometidos em razão do problemaFoto: Arquivo Pessoal / Leitor/DG

Previsão de obras para setembro 

A assessoria de imprensa da Secretaria Municipal dos Serviços Urbanos (SMSUrb) confirmou que a demanda da Avenida Delmar Rocha Barbosa foi enviada ao setor de Pequenas Obras. A equipe da Divisão de Manutenção de Águas Pluviais (DMAP), responsável por este tipo de serviço, vistoriou o local. 

As intervenções na área estão programadas para a primeira quinzena de setembro. Ainda segundo a SMSUrb, as obras podem começar antes, mas a prefeitura depende de tempo bom para dar início aos trabalhos. No cronograma, está prevista a substituição do coletor de fundos da rede citada pela reportagem. 

A assessoria explicou que o novo contrato de pequenas obras da SMSUrb foi retomado em março deste ano, tendo 18 obras já finalizadas e quatro em andamento.

*Produção: Alberi Neto

Leia outras notícias da seção Seu Problema é Nosso


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros