Sem ação da prefeitura, moradores organizam vaquinha para reformar praça, em Viamão - Notícias

Versão mobile

 

Seu problema é nosso03/09/2018 | 10h08Atualizada em 03/09/2018 | 10h08

Sem ação da prefeitura, moradores organizam vaquinha para reformar praça, em Viamão

A situação precária da pracinha da comunidade Jardim Cocão, em Viamão, motivou os moradores a organizarem uma vaquinha na internet para revitalizar o espaço

Sem ação da prefeitura, moradores organizam vaquinha para reformar praça, em Viamão Arquivo Pessoal / Leitor/DG/Leitor/DG
Local está abandonado, conforme relatam moradores Foto: Arquivo Pessoal / Leitor/DG / Leitor/DG

Banco sem assento, lâmpadas queimadas, mato e balanço sem correntes. A situação precária da pracinha da comunidade Jardim Cocão, em Viamão, motivou os moradores a organizarem uma vaquinha na internet para revitalizar o espaço. O local está há quatro anos sem manutenção, afirmam os moradores. 

Leia mais
Com braço fraturado, idosa aguarda por cirurgia desde 2014, em Gravataí
Área próxima a ponto turístico de Torres está com obras paradas desde 2015
Mãe entra na Justiça para conseguir medicamento que não está disponível no SUS

— Todo ano tentamos fazer uma festa junina ou alguma coisa para as crianças mas, com o mato alto, não tem como — conta o técnico em enfermagem Jefferson Nascimento Maciel, 23 anos, um dos moradores que resolveu agir. 

Ele explica que a pracinha não tem mais condições para as crianças brincarem. Com brinquedos enferrujados, estragados e roubados, os pequenos perderam o único espaço para se divertir. 

— As crianças podem se machucar — ressalta Jefferson. 

O técnico em enfermagem conta que várias reclamações foram dirigidas à prefeitura e até mesmo ao legislativo municipal, como provam documentos apresentados à reportagem. No entanto, nada foi feito. Na última vez em que a pracinha recebeu reparos, em 2014, foram os próprios moradores que se movimentaram. 

— Eu tenho uma bíblia de protocolos — brinca o técnico em manutenção e líder comunitário Adão de Mattos Santana, 53 anos.

Ele conta que a briga por melhorias no bairro é antiga, começando no tempo em que ele dirigia a Associação de Moradores do Jardim Cocão, no período de 2007 a 2012. 

— Estamos abandonados há mais de cinco anos — critica Adão. 

Balanço está em más condiçõesFoto: Arquivo Pessoal / Leitor/DG

Cadê? 

Jefferson e Adão contam que, em 2016, um grupo de homens vestindo uniformes com a identificação da prefeitura apareceram na pracinha e levaram o escorregador. Entretanto, o brinquedo jamais voltou ao Jardim Cocão. 

— Disseram que iam fazer manutenção, meu pai e outros moradores viram — afirma Jefferson, que também relata que a prefeitura negou ter mandado alguém.

— As crianças perguntam: "seu Adão, quando vão trazer nossos brinquedos?" — expõe o líder comunitário.

Previsão de reparos em duas semanas

A assessoria de imprensa da prefeitura de Viamão informou que "segue um cronograma de manutenções urbanas, sendo que a previsão de reparos da pracinha da comunidade do Jardim Cocão é de duas semanas". O comunicado oficial ainda informa que a prioridade do poder executivo municipal é "manutenção de locais utilizados para os eventos cívicos". 

Sobre o escorregador que foi retirado da pracinha, a prefeitura alega desconhecer o caso. 

Saiba como ajudar

— Doe por meio da vaquinha online criada pelos moradores. 

— Os valores doados serão administrados pela tesouraria da Associação dos Moradores do Jardim Cocão. 

— Quer saber mais informações ou outras formas de ajudar? Entre em contato com Jefferson pelo telefone (51) 99279- 7701. 

*Produção: Ásafe Bueno

Leia outras notícias da seção Seu Problema é Nosso


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros