Calçada é consertada na Avenida do Forte, em Porto Alegre, após reportagem do Diário - Notícias

Versão mobile

 

Seu problema é nosso26/10/2018 | 09h42Atualizada em 26/10/2018 | 09h58

Calçada é consertada na Avenida do Forte, em Porto Alegre, após reportagem do Diário

Na edição de 14 de agosto do DG, o empresário Alexander Pacheco de Oliveira, 41 anos, sócio de uma barbearia que fica próxima ao local onde havia o buraco, reclamou da situação

Calçada é consertada na Avenida do Forte, em Porto Alegre, após reportagem do Diário Arquivo Pessoal / Leitor/DG/Leitor/DG
Antes, buraco aberto era risco (E), agora, calçada está lisinha (D) Foto: Arquivo Pessoal / Leitor/DG / Leitor/DG

Quem circula pela Avenida do Forte, na zona norte de Porto Alegre, tem agora um empecilho a menos para driblar. Um buraco na calçada, próximo ao número 1.621, na região da Vila Ipiranga, foi consertado pela prefeitura após um ano de espera dos moradores.

Leia mais
INSS cria centrais para agilizar o atendimento dos pedidos de aposentadoria
Infiltrações preocupam moradores de prédio antigo do bairro Floresta, em Porto Alegre
Com braço quebrado, moradora de São Leopoldo espera consulta há quatro meses 

Na edição de 14 de agosto do Diário, o empresário Alexander Pacheco de Oliveira, 41 anos, sócio de uma barbearia, reclamou da situação. Ele notava constante dificuldade de pedestres e motoristas ao passarem por ali: 

— Era perigoso para quem estivesse caminhando — recorda Alexander. 

Lixo 

A cratera ainda virou ponto de descarte de lixo, em razão da falta de sinalização adequada. Isso começou a causar alagamentos, já que, em dias de chuva, como estavam obstruídas com resíduos, as tubulações não eram capazes de escoar a água. A situação tornou ainda mais difícil, para os pedestres, circular pela calçada.

Porém, logo depois que a história foi publicada na seção Seu Problema é Nosso, as soluções começaram a aparecer: 

— No mesmo dia que saiu no Diário, uma equipe da prefeitura esteve aqui e sinalizou adequadamente o buraco. 

Depois disso, Alexander recorda que demorou cerca de um mês até o conserto ser efetivamente concluído pela Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (SMSUrb)

— A prefeitura abriu mais o buraco e removeu todo o lixo. Depois, colocou a tubulação nova e reconstruiu o passeio. Foram colocados paralelepípedos novos — explica o comerciante. 

*Produção: Alberi Neto

Leia outras notícias da seção Seu Problema é Nosso


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros