Fumaça de madeireira incomoda moradores, em Sapucaia do Sul - Notícias

Vers?o mobile

 

Seu Problema é Nosso27/11/2018 | 10h45Atualizada em 27/11/2018 | 10h53

Fumaça de madeireira incomoda moradores, em Sapucaia do Sul

Segundo Odair Attolini, 68 anos, a comunidade já fez um protesto pacífico em frente à empresa 

Fumaça de madeireira incomoda moradores, em Sapucaia do Sul LeitorDG / Arquivo Pessoal/Arquivo Pessoal
Odacir, morador do bairro Capão da Cruz, reclama do mau cheiro exalado Foto: LeitorDG / Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal

Fuligem, mau cheiro e manchas em roupas. O contexto incômodo é relatado pelo aposentado Odair Attolini, 68 anos, morador da Rua Otília Silveira Camboim, no bairro Capão da Cruz, em Sapucaia do Sul.  Ele diz sofrer há quatro meses com a fumaça que estaria sendo emitida pela empresa Noeli Madeiras, que fica na Rua Prudente de Morais — perto dali. 

Leia mais
Cirurgia é esperança para menino com síndrome rara, em Montenegro  
Após vaquinha, Banda Comunitária de Viamão vence campeonato
Moradora do Jardim Aparecida, em Alvorada, enfrenta problemas causados por esgoto a céu aberto

— É sufocante. A coisa está feia. Tenho que deixar as portas e janelas sempre fechadas.  Dói a garganta, a gente tosse — conta o aposentado. 

Odair também afirma que a fumaça causa manchas nas roupas dispostas em varais dos vizinhos, bem como prejudica a saúde de familiares do leitor.  Além disso, ele teme que, com o verão, a comunidade seja obrigada a ficar com as aberturas fechadas, aguentando o calor. 

Denúncia 

O aposentado reside no local há mais de 30 anos e relata que o bairro sempre foi tranquilo. A paz teria sido rompida com o problema, relata o morador. Então, os vizinhos e ele procuraram respostas na prefeitura. 

— Chegaram a falar que estava tudo certo — informa Odair. 

Os moradores fizeram um protesto pacífico em frente à empresa, afirma Odair. No entanto a ação também não surtiu efeitos. 

— Isto não está certo. 

Prefeitura promete fazer nova vistoria

Segundo o diretor da Noeli Madeiras, Alexandre Krummenauer das Neves, a empresa foi vistoriada e liberada pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Sapucaia do Sul. 

— A chaminé da nossa empresa emite apenas vapor de água, e é usada no processo de limpeza da fumaça. Esse vapor é totalmente livre de poluentes, conforme laudo e fiscalização — afirma Alexandre. 

Ontem, Odair enviou imagens do funcionamento da chaminé e relatou que o cheiro continuava forte. 

O secretário municipal de Meio Ambiente de Sapucaia do Sul, Alex Sandro de Vargas, informou que “ a empresa já foi fiscalizada, autuada e multada, com interdição parcial das suas atividades” anteriormente. A Noeli Madeiras solicitou uma “ regularização de licenciamento ambiental, incluindo o processo de secagem e queima da madeira”, informa. 

O secretário garantiu que, frente à nova reclamação, outra vistoria será realizada. No entanto, não foi citada previsão. 

Produção: Ásafe Bueno 

Leia outras notícias da seção Seu Problema é Nosso  


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros