Lixo queimado em dique preocupa moradores, em Novo Hamburgo - Notícias

Vers?o mobile

 
 

Seu Problema é Nosso02/01/2019 | 09h00Atualizada em 02/01/2019 | 09h02

Lixo queimado em dique preocupa moradores, em Novo Hamburgo

Os incêndios foram registrados na Avenida Pedro Adams Filho, que tem seu início na esquina com a Avenida Nações Unidas

Lixo queimado em dique preocupa moradores, em Novo Hamburgo LeitorDG / Arquivo Pessoal/Arquivo Pessoal
Um dos flagrantes de dejetos sendo consumidos pelo fogo Foto: LeitorDG / Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal

Moradores do bairro Santo Afonso, em Novo Hamburgo, têm estado preocupados com incêndios ocorridos no dique da Avenida Pedro Adams Filho, que tem seu início na esquina com a Avenida Nações Unidas. Construído na década de 1980, o dique de contenção começa em Novo Hamburgo e se estende até São Leopoldo

Leia mais      
Joãozinho ganha cadeira de rodas nova, após reportagem do Diário
Depois de matéria no Diário Gaúcho, rua no bairro Arroio da Manteiga, em São Leopoldo, recebe manutenção
Professor de capoeira busca contribuições para compra de abadás, em Porto Alegre 

O tempo permitiu que a vegetação tomasse conta das margens — o que é importante para evitar erosão — mas que se misturasse, também, aos resíduos abandonados no local. Nos últimos anos, muitas queimadas já foram identificadas por moradores, resultado de tentativas de conter o grande acúmulo de lixo despejado às margens do dique. 

Fumaça 

Esse tipo de ocorrência é um problema, sobretudo, para quem mora na região próxima ao dique. O professor Henrique Kuhs, 52 anos, conta que sua casa não corre risco de ser atingida, mas explica que se preocupa com as famílias do Santo Afonso que vivem a cerca de 20 metros do local: 

— Nas ocasiões em que isso aconteceu, chamei os bombeiros. Por horas o fogo ardeu, exalando fumaça e odores irrespiráveis. 

Segundo o morador, todo tipo de lixo é encontrado nas bordas do dique. Parte dele fica acumulado perto do arroio, desaguando no Rio dos Sinos. A situação gera debates sobre a conscientização na hora de descartar o lixo entre a população da cidade. 

— Infelizmente, alguns vizinhos insistem em jogar ali, mesmo sabendo que, a duas quadras do local, existe um ecoponto para descarte de entulhos — conta o professor. 

O local ao qual o professor se refere fica na esquina das ruas Montevidéu e Buenos Aires e é administrado pela prefeitura. Ele é destinado ao correto descarte de lixo e entulhos, para que possam passar pelo processo de reciclagem.

Comunidade deve usar Ecoponto 

A prefeitura de Novo Hamburgo alerta que, nos finais de semana, em função de o Ecoponto estar fechado (o horário de funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h), a incidência das queimadas é maior em decorrência do descarte irregular no dique. Afirma, ainda, que estes são atos criminosos. 

O Ecoponto do bairro Santo Afonso serve para dar destino correto aos entulhos e deve ser usado pela população, orienta a prefeitura. Ele é gerenciado também pela cooperativa Univale, que faz a triagem dos materiais. 

Produção: Sarah Oliveira

Leia outras notícias da seção Seu Problema é Nosso 


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros