Depois de matéria no Diário Gaúcho, menina com tumor ósseo consegue valor para realizar tratamento em São Paulo - Notícias

Vers?o mobile

 
 

Seu Problema é Nosso22/03/2019 | 09h45Atualizada em 22/03/2019 | 09h52

Depois de matéria no Diário Gaúcho, menina com tumor ósseo consegue valor para realizar tratamento em São Paulo

Rúbia Petzodl Piovesan, quatro anos, embarcará rumo à capital paulista após conseguir o valor necessário para estadia no período do tratamento

Depois de matéria no Diário Gaúcho, menina com tumor ósseo consegue valor para realizar tratamento em São Paulo LeitorDG / Arquivo Pessoal/Arquivo Pessoal
A menina e a mãe, Jocelaine, vão para São Paulo Foto: LeitorDG / Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal

No dia 8 de abril, em seu aniversário de quatro anos, a pequena Rúbia Petzodl Piovesan embarcará rumo à São Paulo para mais um capítulo de sua maratona de exames para transplante de medula óssea. Ela conseguiu atingir o valor necessário para sua estada durante o período de tratamento na capital paulista, de R$ 40 mil, após sua história ter sido contada no Diário Gaúcho, em 7 de janeiro. 

Leia mais
Após busca por vaga em escola, menina autista ingressa na rede municipal de Viamão
Medicamento para tratamento da doença de Fabry está em falta no Estado  
Lutadora de Porto Alegre é campeã mundial de muay thai na Tailândia  

Na época, a família da menina havia arrecado R$ 26 mil, por meio de rifas e brechós. A meta necessária para pagamento de passagens aéreas e estadia durante o tratamento no Sudeste foi atingida há cerca de duas semanas. 

— Recebi várias ligações, de todo o Estado. As pessoas se prontificaram a doar das mais diferentes cidades, como Porto Alegre, Canoas, Pelotas, Caxias do Sul e até do Litoral — conta a mãe de Rúbia, a agente de saúde Jocelaine Medianeira Petzodl, 39 anos. 

Cura 

A pequena moradora de Nova Palma, na região centro-oeste do Estado, sofre, desde os 11 meses de idade, de sarcoma de Ewing — um raro tumor nos ossos. O problema afeta crianças menores de 10 anos. 

Desde cedo, a família luta para que a menina seja curada. A chance de melhora surgiu no Hospital Grupo de Apoio ao Adolescente e à Criança com Câncer (Graacc), onde ela terá acesso a tratamento pré-operatório, exames e transplante de graça. Os valores arrecadados servirão para mantê- la, com sua mãe, na capital paulista durante um ano — duração de todo o processo —, segundo Jocelaine. 

A mãe de Rúbia relatou que a menina vem respondendo bem aos procedimentos. Outras viagens até São Paulo já foram feitas, como em 9 de janeiro, dois dias após a reportagem do DG, para realização de testes clínicos. Jocelaine informou que não esperou a conclusão da vaquinha para dar prosseguimento ao processo. Conforme os valores iam entrando, foram investidos na saúde da pequena. 

Rúbia terá uma nova chance com o transplanteFoto: LeitorDG / Arquivo Pessoal

"Sinto-me mais segura e confiante"

O tratamento e o transplante no Graacc vêm para por fim a uma jornada de exames, sessões de quimioterapia e radioterapia, além de cirurgias no crânio, que Rúbia enfrentou desde que foi diagnosticada com sarcoma de Ewing. A ação divulgada no Diário trouxe mais segurança e tranquilidade à pequena e à sua família para continuar com o tratamento, conta a mãe de Rúbia. 

— (A reportagem) contribuiu muito para sensibilizar as pessoas. O pouquinho que ajudavam já significa muito. Houve maior procura após sair no Diário. Sinto-me muito mais segura e confiante sabendo o quanto as pessoas contribuíram — relata Jocelaine. 

Produção: Ásafe Bueno 

 Leia outras notícias da seção Seu Problema é Nosso   


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros