Idosa precisa de doações após ter sofrido acidente doméstico, em Porto Alegre - Notícias

Vers?o mobile

 
 

Seu Problema é Nosso21/05/2019 | 09h32Atualizada em 21/05/2019 | 09h58

Idosa precisa de doações após ter sofrido acidente doméstico, em Porto Alegre

A costureira aposentada Maria Ionilcenir Alves da Silva, 86 anos, teve lesões graves no crânio. Hoje, ela precisa de ajuda para ser tratada em casa

Idosa precisa de doações após ter sofrido acidente doméstico, em Porto Alegre Arquivo Pessoal/Arquivo Pessoal
Maria com os filhos Alexandra (E) e Sebastião Foto: Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal

Em um dia tranquilo, a costureira aposentada Maria Ionilcenir Alves da Silva, 86 anos, resolveu colocar uma cortina numa janela de casa. Com auxílio de uma escada, a idosa iniciou a tarefa, sob protestos do filho Sebastião Alves Paulino da Silva, 46 anos, que mora com ela no bairro Partenon, na Capital. Maria tropeçou, caiu sobre uma mesa e bateu com a cabeça no chão. Hoje, ela precisa de ajuda para ser tratada em casa. 

Leia mais
Após dois anos de espera, moradora de Cidreira consegue fazer exame  
Mamoeiro cresce dentro de buraco aberto há seis meses, em Porto Alegre  
Alagamentos geram prejuízos a moradores do bairro Rubem Berta, na Capital  

A aposentada está internada no Hospital Cristo Redentor desde o dia do acidente, 17 de abril. Ela sofreu lesões graves no crânio e ficou em coma, o que levou embora toda a vitalidade que sempre marcou sua personalidade, segundo Sebastião. Apaixonada pelo Carnaval, Maria marcava presença nos eventos da Bambas da Orgia. 

No samba, com a amiga Mônica e o filhoFoto: Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal

— Minha mãe era muito ativa, sempre gostou de aproveitar a vida. Desde 1995, vamos ao Carnaval. Somos muito amigos — conta Sebastião, que é cadeirante e contava com os cuidados da mãe para lidar com o problema de mobilidade que o acompanha desde que contraiu sarampo, aos 11 meses de idade. 

Mobilização 

Foi dos amigos da Velha Guarda da Bambas da Orgia que surgiu a iniciativa de uma vaquinha online e de uma campanha de arrecadação de fraldas, medicamentos e uma cama hospitalar. A advogada Letícia Talavera, 31 anos, é neta de Monica Talavera, 85 anos, dirigente da ala da Velha Guarda da Bambas — e amiga de Maria. Letícia fez a vaquinha online, que busca arrecadar R$ 1 mil, e divulgou a situação nas redes sociais. Até ontem, R$ 215 haviam sido doados. 

— Ele (Sebastião) não tem como cuidar dela. Estamos auxiliando em questões mais burocráticas, para tentar ajudar a pagar alguém pra cuidar dela e conseguir fraldas, alimentos e remédios — conta Leticia. 

O presidente da Bambas da Orgia, Nilton Deoclides Pereira, ressalta a atividade de Maria, que desfilou em carro alegórico no mais recente Carnaval, em 15 e 16 de março. 

— As pessoas da escola já estão se mobilizando. Eles (Maria e Sebastião) desfilam todos os anos, gostam muito. Sempre procuramos ajudar, pela parceria de tantos anos — conta o dirigente da escola de samba.

Como ajudar

/// Doe pela vaquinha online

/// Doações de fraldas geriátricas tamanho G e informações sobre fórmulas para alimentação via sonda e medicamentos pelo (51) 3367- 1157, com Letícia. 

/// Depósitos na conta corrente 001 00003752-6, agência 0453, da Caixa Econômica Federal, em nome de Sebastião Paulino da Silva. 

Produção: Ásafe Bueno


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros