Veja como ingressar em universidades públicas e privadas do RS pela nota no Enem - Notícias

Vers?o mobile

 
 

Inscrições até amanhã16/05/2019 | 14h09Atualizada em 16/05/2019 | 14h09

Veja como ingressar em universidades públicas e privadas do RS pela nota no Enem

Levantamento aponta que, além das instituições públicas, as maiores universidades privadas do Rio Grande do Sul utilizam o exame como forma de seleção

Veja como ingressar em universidades públicas e privadas do RS pela nota no Enem Anselmo Cunha/Especial
Provas serão aplicadas nos dias 3 e 10 de novembro Foto: Anselmo Cunha / Especial
GaúchaZH
GaúchaZH

O prazo para quem quer se inscrever no Exame Nacional do Ensino Médio 2019 (Enem) termina nesta sexta-feira (17). É uma oportunidade importante para quem busca uma vaga no Ensino Superior, já que todas as universidades públicas do Rio Grande do Sul utilizam o exame como forma de ingresso. Em muitas instituições privadas do Estado, não é mais necessário fazer as tradicionais provas de vestibular, já que o Enem também é utilizado como critério para ingresso.

Levantamento feito por GaúchaZH nas cinco maiores universidades privadas do Estado em número de alunos, de acordo com os dados mais recentes do Censo do Ensino Superior, aponta que em todas elas os candidatos podem fazer apenas o Enem para garantir o ingresso – em algumas os critérios são diferentes para cursos mais concorridos, como Medicina (veja abaixo). Nas federais, apenas a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) mantém o vestibular, mas preenche 30% das vagas por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), ferramenta utilizada pelas instituições públicas para selecionar os alunos com base na nota no exame nacional.

Leia mais:
Veja como ingressar em universidades públicas e privadas do RS pela nota no Enem
Enem: confira dicas para a revisão e como controlar a ansiedade
Enem 2018: veja os motivos que podem zerar a redação

Além disso, o Enem também é exigido para quem quer disputar uma bolsa na rede privada por meio do Programa Universidade para Todos (Prouni) ou conseguir financiamento estudantil do Fies. Por isso, quem tem interesse em ingressar no Ensino Superior não pode perder o prazo. Os candidatos podem realizar o cadastro por meio deste site até as 23h59min desta sexta-feira.

De acordo com o último balanço divulgado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), até o fim da manhã desta quinta-feira (16) eram 5 milhões de inscritos.

Veja como ingressar nas instituições públicas e privadas do RS:

Instituições públicas

Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)

70% das vagas são preenchidas via vestibular que será realizado nos dias 23, 24 e 30 de novembro e 1º de dezembro, e 30% das vagas são destinadas ao Sisu.

Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA)

Ingresso somente pelo Sisu.

Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (Uergs)

Ingresso pelo Sisu. Para as vagas remanescentes, a seleção é por meio da nota do Enem, o candidato pode apresentar a nota de até quatro anos anteriores. 

Universidade Federal do Rio Grande (Furg)

Ingresso somente pelo Sisu.

Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)

Ingresso somente pelo Sisu. 

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS)  

50% das vagas são preenchidas pelo Enem e 50% por processo seletivo. 

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-rio-grandense (IFSul)

O ingresso para cursos técnicos é por meio de vestibular e para graduação, por meio do Sisu.

Instituto Federal Farroupilha (IFF)

Para cursos superiores o ingresso é pela nota do Enem. Para cursos técnicos subsequentes a seleção é por meio de sorteio.

Universidade Federal de Pelotas (UFPel)

O ingresso pode ser via Sisu e pelo Programa de Avaliação da Vida Escolar (Pave).

Universidade Federal do Pampa (Unipampa)

O ingresso é feito pelo Sisu. Para as vagas remanescentes a seleção é por meia da nota do Enem.

Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS)

Ingresso somente pelo Sisu.   

Instituições privadas

Universidade Luterana do Brasil (ULBRA)

10% das vagas são preenchidas pelo Enem (com exceção do curso de Medicina), o candidato pode usar a nota desde o ano de 2014. O restante das vagas têm seleção por vestibular.

Universidade de Caxias do Sul (UCS)

Para os cursos de Medicina, Medicina Veterinária e Odontologia o ingresso é por meio de vestibular, que permite a entrada semestral – o vestibular de verão será realizado em 8 de dezembro. Para os cursos presenciais de bacharelado e licenciatura, a seleção ocorre mediante aproveitamento da nota da redação no Enem (de 2013 a 2018) ou em vestibulares da UCS (de 2014 a 2019), permitindo o ingresso semanal, ou via realização de uma prova de redação, que possibilita a entrada mensal. Para os cursos superiores de tecnologia presenciais do Programa UCSTec, o ingresso pode se dar a partir do aproveitamento da nota de redação do Enem (desde 2013, pelo aproveitamento da nota de redação dos vestibulares da UCS (de 2014 a 2019), ou por meio da realização de prova de redação. Para os cursos de Educação a Distância, é possível ingressar a partir da nota do Enem a partir de 2010, ou por meio de prova de redação.

Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos)

Para quem já concluiu o Ensino Médio ou equivalente e aqueles que têm previsão de conclusão até o início do semestre e deseja ingressar na universidade, é aplicada a prova de questões objetivas e de redação. Para quem tem mais de 25 anos, para cursos a distância e cursos híbridos, o candidato realiza somente a prova de redação. Para quem realizou o Enem (desde 2016), o processo utiliza a nota obtida na redação do Enem em substituição à prova de redação da Unisinos.

Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS)

É possível ingressar utilizando apenas a nota do Enem (desde 2010) ou concorrer tanto pela prova do vestibular, como também pelo desempenho no Enem (a classificação valerá a melhor colocação). Em cada processo seletivo, 50% das vagas existentes são destinadas para notas do Enem. Também é possível ingressar pela Seleção Contínua, quando ainda existem vagas disponíveis, o candidato pode utilizar o seu desempenho da nota do Enem, desde que a sua pontuação tenha sido superior a 400 pontos na redação.

Centro Universitário Ritter dos Reis (UniRitter)

70% das vagas são preenchidas via Enem (são levados em conta as provas dos últimos quatro anos) e 30% por meio de prova.

Sobre o Enem 2019

A taxa de inscrição custa R$ 85 e pode ser paga em qualquer banco, casa lotérica ou agência dos Correios. O período para pagamento da taxa vai até 23 de maio. No mês de outubro — em data ainda não confirmada — será disponibilizado o cartão de confirmação com o local do exame.   

As provas de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, Ciências Humanas e suas Tecnologias, e o teste de redação serão aplicadas em 3 de novembro. A aplicação das provas de Ciências da Natureza e suas Tecnologias, e Matemática e suas Tecnologias será no dia 10 de novembro.  

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros