Ônibus não escapou de atoleiro em rua de Viamão - Notícias

Vers?o mobile

 
 

Seu Problema é Nosso19/09/2019 | 08h00Atualizada em 19/09/2019 | 08h00

Ônibus não escapou de atoleiro em rua de Viamão

Incidente ocorreu na quinta-feira passada, devido às más condições da via

Ônibus não escapou de atoleiro em rua de Viamão Arquivo pessoal / Arquivo pessoal/Arquivo pessoal
Coletivo da linha Florescente atolou no trecho Foto: Arquivo pessoal / Arquivo pessoal / Arquivo pessoal

Não é de hoje que trafegar pela Avenida Santo Onofre, no bairro de mesmo nome, em Viamão, é uma tarefa que requer muita fé. Sem pavimentação, a via apresenta buracos e irregularidades e, no inverno, se transforma em um verdadeiro atoleiro, dificultando a vida de quem precisa passar por ali. 

LEIA MAIS
Gaúcha que fez embaixadinhas por 12 horas vira artista de rua em busca de dinheiro para ter recorde no Guinness
Falta de professores em escola de Canoas preocupa pais e alunos
Sem mamoeiro e com calçada reparada: o dilema teve fim

Segundo a recepcionista Flavia Muller, 39 anos, dos quais quase 30 foram vividos na região, ver veículos atolando ali já se tornou rotina. Na quinta-feira passada, dia 12, por volta das 18h30min, foi a vez de um ônibus da linha Florescente afundar na lama da avenida, na altura do número 651. 

Flavia, que mora quase em frente ao local do incidente, flagrou a situação e decidiu compartilhar o registro em um grupo da cidade no Facebook. A publicação repercutiu em mais de 1,1 mil curtidas, cerca de 270 compartilhamentos e mais de 250 comentários, relatando a indignação da população com as condições da via e o medo em trafegar por ali. 

— Na verdade, os ônibus sempre passam pela contramão para fugir dos buracos. Quando vi que ele estava subindo pela mão certa, infelizmente nem acreditei. Quando empacou, achei que fosse virar, porque ficou inclinado. Me preocupei e resolvi compartilhar a foto, pois é uma vergonha essa situação — relembra Flavia.

Postagem repercutiu nas redes sociaisFoto: Reprodução / Facebook

Incerteza

De acordo com a moradora, a vizinhança já contatou a prefeitura para cobrar uma solução. Porém, Flavia relata que a única ação do órgão é patrolar a via, o que, em sua opinião, não resolve o problema. Diante das más condições da avenida, a recepcionista conta que alguns coletivos chegam a desviar de sua rota original para evitar o trecho, prejudicando quem depende do transporte público.

— Às vezes, os motoristas acabam entrando em alguma outra rua para não passar por aqui. Aí, é uma incerteza, porque a gente fica um tempão na parada esperando o ônibus, sem saber se vai vir. Porém, eu até entendo que os motoristas não queiram dirigir aqui, porque é mesmo muito ruim e eles não têm culpa — relata Flavia.

Com a permanência da situação, ela se sente desesperançosa:

— Viamão está toda esburacada. Desde que me entendo por gente é assim. Tenho certeza de que, se um dia sair aqui da Santo Onofre, quando voltar vai estar do mesmo jeito. Moro aqui agora só porque não tenho condições de viver em outro lugar. Há 30 anos é assim.

Promessa de asfalto à vista 

De acordo com o Secretário-Geral do Governo de Viamão, Dédo Machado, "o inverno rigoroso acabou deteriorando as condições de ruas do município que não possuem pavimento", dentre elas a Avenida Santo Onofre.

Ciente das más condições da via, o representante informou que o município está em tratativas com a Caixa Econômica Federal, a fim de contratar um empréstimo de aproximadamente R$ 35 milhões para investimentos em infraestrutura, integrando o Programa de Mobilidade Urbana de Viamão. Segundo Dédo, com a liberação do recurso – prevista para ocorrer em até 30 dias –, 97 ruas da cidade devem ser asfaltadas. 

Nas palavras do secretário, "a Avenida Santo Onofre é uma das prioridades, por determinação do prefeito André Pacheco", e o início dos trabalhos depende, apenas, da disponibilidade do orçamento. Para amenizar os transtornos na via, até que o projeto de asfaltamento seja executado, Dédo afirmou que, tão logo as condições climáticas melhorem, as equipes da prefeitura realizarão os serviços de patrolamento e colocação de saibro na avenida.

Produção: Camila Bengo

Leia outras notícias da seção Seu Problema é Nosso   


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros