Esgoto a céu aberto incomoda moradores do bairro Índio Jari, em Viamão - Notícias

Vers?o mobile

 
 

Seu Problema é Nosso14/01/2020 | 07h00

Esgoto a céu aberto incomoda moradores do bairro Índio Jari, em Viamão

O problema acontece na Rua Tabajaras

Esgoto a céu aberto incomoda moradores do bairro Índio Jari, em Viamão Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal/Arquivo Pessoal
Acúmulo na Rua Tabajaras é permanente, segundo leitora Foto: Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal

Todos os dias, a situação na Rua Tabajaras, no bairro Parque Índio Jari, em Viamão, se repete: o esgoto corre a céu aberto, vindo dos bueiros da Rua Maxacali. É o que relata a autônoma Aline Silva, 34 anos, que vive no local. Segundo ela, o vazamento de um dos bueiros inicia embaixo de um comércio e invade a via.

LEIA MAIS
Jovem lutadora de Canoas busca apoio para seguir no esporte
Diversão é ameaçada há mais de um ano em pracinha da  Zona Sul da Capital
Via de acesso à praia em Balneário Pinhal segue sem finalização de obra 

– Eu já solicitei o conserto dos dois bueiros que extravasam esgoto diariamente nas ruas. É um transtorno. Nesses calorões, o cheiro é insuportável. Além disso, crianças brincam por perto, animais também passam ali, é perigoso ter contato com o esgoto – afirma Aline.

A preocupação de Aline tem motivo, já que a situação não é nova. Desde de fevereiro do ano passado, ela aguarda o atendimento da solicitação feita à Secretaria de Obras e Serviços Públicos (SMOSP)

– Tentei solucionar o problema de uma forma legal. Mas não teve jeito, tive de procurar outro meio para manifestar o problema – conta.

Chuva

Conforme a autônoma, a situação piora quando chove: 

– O tempo todo a rua fica com água acumulada. Mas, quando chove, a água da chuva leva a terra da rua, que é de chão batido, e entope os bueiros. A prefeitura patrola com frequência, recolocando a terra. 

Aline destaca um dos agravamentos do problema:

– Meu terreno é abaixo do nível da rua, então, quando a chuva vem, alaga todo o pátio. Ano passado, minha mãe ficou com a água na altura dos joelhos, porque não tinha para onde escoar. Temo pelo meu pai, que é idoso e anda arrastando uma das pernas –  lamenta. 

Como solução provisória, a família construiu um tipo de contenção no portão, para que a água não passe para o pátio. 

Prefeitura prevê obra em até 20 dias

A equipe da Secretaria de Obras e Serviços Públicos (SMOSP) de Viamão esteve no local ontem para verificar a solicitação de Aline. Segundo a pasta informou em nota, foi realizado o serviço de hidrojateamento (limpeza nos dutos, com água) na rede de esgoto e averiguadas as condições dos canos, que estão danificados. 

A SMOSP afirma que será necessária a troca dos dutos na Rua Tabajaras. Em relação à execução do serviço, a previsão para início da obra é de até 20 dias. Segundo a secretaria, as equipes já estão com demandas em outros pontos de Viamão.

Produção: Caroline Tidra

Leia outras notícias da seção Seu Problema é Nosso   


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
Imprimir
clicRBS
Nova busca - outros