Material de obra de infraestrutura segue abandonado no bairro Belém Novo - Notícias

Vers?o mobile

 
 

Seu Problema é Nosso19/03/2020 | 11h00Atualizada em 19/03/2020 | 11h00

Material de obra de infraestrutura segue abandonado no bairro Belém Novo

Desde 2017, moradores da região aguardam a retomada dos trabalhos

Material de obra de infraestrutura segue abandonado no bairro Belém Novo Arquivo Pessoal/Arquivo Pessoal
Pedaços de canalização estão há anos sobre calçada Foto: Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal

Na edição do dia 12 de novembro de 2019, o DG mostrou os transtornos que uma obra inacabada de pavimentação na Rua Florêncio Farias, próximo ao número 149, no bairro Belém Novo, em Porto Alegre, estava causando aos moradores. 

À época, os moradores da região estavam aguardando a retomada dos trabalhos, que iniciaram em 2017 e pararam por lá. O coordenador de qualidade Clayton Oliveira dos Santos, 51 anos, morador da rua há mais de duas décadas, contou que haviam adutoras, que seriam utilizadas na obra, abandonadas pela via.

LEIA MAIS  
Viamão: rua esburacada dificulta circulação  
Morro Agudo: localidade da zona sul de Porto Alegre sofre com falta de abastecimento
Protetora sonha grande: quer oferecer castração a preços populares

Naquela edição, a Secretaria Municipal de Infraestrutura e Mobilidade Urbana (Smim) garantiu que os tubos de concreto, que deveriam ter sido colocadas no subsolo da rua, mas até agora estão amontoados ao longo da Florêncio, seriam remanejadas para outro local. Entretanto, a transferência mencionada não ocorreu. 

Para Clayton, resta a indignação:

– É uma situação muito chata. Prometeram que iam tirar as caixas, mas nunca apareceram. Sequer vieram para cortar a grama enorme que está em volta dos materiais. É lamentável o descaso da prefeitura.

Depredação 

Além do desapontamento dos moradores com a gestão municipal por não ter cumprido com o prazo estipulado, o agravante, desta vez, é o fato de as adutoras terem virado lar para moradores de rua. De acordo com o coordenador de qualidade, desde janeiro deste ano, pessoas estão dormindo e guardando seus pertences dentro das caixas. Roupas e sacolas com comidas são itens fáceis de se encontrar na parte interna de alguns dos tubos.

Na edição do dia 12 de novembro de 2019, o DG mostrou os transtornos que uma obra inacabada de pavimentação na Rua Florêncio Farias, próximo ao número 149, no bairro Belém Novo, em Porto Alegre, estava causando aos moradores. À época, os moradores da região estavam aguardando a retomada dos trabalhos, que iniciaram em 2017 e pararam por lá. O coordenador de qualidade Clayton Oliveira dos Santos, 51 anos, morador da rua há mais duas décadas, contou que haviam adutoras, que seriam utilizadas na obra, abandonadas pela via.
Moradores de rua encontraram abrigo na estruturaFoto: Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal

– Tem uma praça, com bastante vegetação, localizada logo atrás dos tubos. Por isso, no início da noite, já está tudo escuro nessa região. Não sabemos quem está ali e nem se quer nos fazer algum mal. Temos medo – afirma Clayton.

Além disso, de acordo com o morador, as estruturas estão sendo depredadas por vândalos. Não é difícil encontrar as caixas de concreto com pichações.

Prazo da obra precisou ser adiado

Questionada sobre o caso, a Smim informa que houve a necessidade de alterações nos projetos de drenagem. Por isso, foi necessário adiar o prazo para execução da obra. De acordo com a secretaria, essa solicitação foi encaminhada à Procuradoria Geral do Município. Já em relação aos materiais que encontram-se no local, o órgão esclarece que as equipes responsáveis realizam a fiscalização, já que a intenção é de que sejam utilizados futuramente pela prefeitura.

Produção: Thayná Souza

Leia outras notícias da seção Seu Problema é Nosso  



 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros