Ação da EPTC fiscaliza uso de máscara no transporte coletivo de Porto Alegre - Notícias

Vers?o mobile

 
 

Prevenção13/05/2020 | 20h55Atualizada em 13/05/2020 | 20h55

Ação da EPTC fiscaliza uso de máscara no transporte coletivo de Porto Alegre

Apesar da fiscalização, nenhum passageiro é impedido de embarcar ou obrigado a descer do ônibus se não estiver usando a proteção

Obrigatório desde o dia 28 de abril, após decreto da prefeitura de Porto Alegre, o uso de máscaras no transporte coletivo tem grande adesão entre os passageiros. Na manhã desta quarta-feira (13), agentes da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) fiscalizaram os ônibus no Terminal Triângulo, na zona norte da Capital.

Leia outras notícias do Diário Gaúcho

Por volta das 9h, o movimento no terminal, por onde passam dezenas de linhas da cidade e da Região Metropolitana, era baixo. No entanto, poucas pessoas estavam sem máscara — algumas tiravam para comer, tomar café e fumar e outras carregavam na mão ou usavam no queixo.

Dez agentes da EPTC faziam a fiscalização e orientação com ajuda de fiscais das empresas de ônibus. Eles entravam nos coletivos e também checavam se a higienização e a lotação de passageiros estava dentro das normas do decreto: até 10 pessoas em pé em veículos normais e 15 em pé nos veículos articulados.

De acordo com o chefe de atividades da EPTC, Airton Martins, nenhum passageiro é impedido de embarcar ou obrigado a descer do ônibus se não estiver usando a proteção.

— A gente anota a linha e o horário que a pessoa embarcou sem máscara e passa para a gerência. Hoje, por sinal, apenas um passageiro estava com a máscara na mochila e, ao ser abordado, colocou — esclareceu.

A fiscalização do transporte coletivo por parte da EPTC ocorre todos os dias, desde o primeiro decreto, em 18 de março. Uma nova ação será realizada na tarde desta quarta.

Leia também
Como deve funcionar o transporte público durante o distanciamento controlado no RS
Empresas de ônibus decidem parcelar salários de rodoviários na Capital
Crise no transporte pode fazer EPTC mudar licitação dos ônibus da Capital

A prefeitura de Porto Alegre já recebeu 140 denúncias sobre a falta de uso da máscara em coletivos da cidade nas últimas duas semanas. As denúncias podem ser feitas pelo telefone 118. 

Até o momento, nenhuma empresa foi autuada por conta disso. Apesar da possibilidade de penalização das empresas, o principal objetivo do decreto, conforme a prefeitura, é educar a população.


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros