Entidades anunciam que União da Vila do IAPI permanece no Grupo Ouro - Notícias

Vers?o mobile

 
 

Eu Sou do Samba 16/07/2020 | 05h00Atualizada em 16/07/2020 | 05h00

Entidades anunciam que União da Vila do IAPI permanece no Grupo Ouro

Escola de samba da Capital havia sido rebaixada devido a atraso

Entidades anunciam que União da Vila do IAPI permanece no Grupo Ouro Isadora Neumann/Agencia RBS
IAPI no Carnaval 2020, no Porto Seco Foto: Isadora Neumann / Agencia RBS
Liliane Pereira
Liliane Pereira

A União da Vila do IAPI, escola que teria sido rebaixada para o Grupo Prata no desfile de 2020, permanecerá no Grupo Ouro. 

A decisão foi tomada por uma comissão formada por 10 presidentes em uma reunião realizada pela União das Entidades Carnavalescas do Grupo de Acesso de Porto Alegre (Uecgapa) no mês de junho, e divulgada oficialmente nesta quarta-feira (15) em uma coletiva de imprensa transmitida pela internet. 

O rebaixamento da agremiação era resultado da penalização que ela sofreu por ter atrasado o início do seu desfile e, por consequência, das escolas que desfilaram depois. 

Leia mais
Liliane Pereira conta a história da União da Vila do IAPI, conhecida como o Trem da Alegria
Bambas da Orgia é campeã do Carnaval de Porto Alegre em 2020

O motivo da demora foi a dificuldade de colocar todos os destaques de carro em seus lugares a tempo. O resultado, porém, foi contestado pela escola. A alegação é de que a culpa do atraso foi da organização do evento, a Bah! Produtora, que não disponibilizou o equipamento adequado para a tarefa.

A situação não é unanimidade. As opiniões são divergentes até mesmo entre as entidades que cuidam da organização do Carnaval: a União das Escolas de Samba de Porto Alegre (Uespa), e a Uecgapa. Conforme a direção da Uespa, tudo foi feito de acordo com o regulamento. 

Já para os integrantes da Uecgapa, o rebaixamento não foi justo. O que nos leva a outra questão. Ocorre que a Uespa não tem a documentação necessária para responder administrativamente pela organização do Carnaval da Capital. Por isso, quem tem respondido legalmente é a Uecgapa. Logo, quem tinha poder de decisão sobre o destino da União da Vila do IAPI, era ela.

O detalhe é que o então presidente a Uecgapa, Arlindo Mença, conhecido como Baia, e o presidente da Uespa, Rodrigo Costa, agiam em comum acordo. Porém, recentemente, Baia deixou o cargo, e o novo presidente, Marcos Vinício Barbosa Pires, o Kinho, deixou claro na coletiva de imprensa que “não transfere responsabilidades daquilo que ele assina”. Em entrevista exclusiva para a coluna, ele reiterou que vai tomar a frente da situação e que a Bah! não atuará mais no Carnaval da Capital.   

Após o Carnaval, a discordância entre as entidades resultou em uma divisão, e parte das escolas do Grupo Ouro migrou para a Uecgapa: Império da Zona Norte, Estado Maior da Restinga, Fidalgos e Aristocratas e a União da Vila do IAPI, que não era filiada a nenhuma das duas até então. Na coletiva de imprensa, Kinho afirmou que a Uecgapa vai realizar o evento para todas as escolas. Mas lembrou que cada uma está livre para participar ou não. 

Se não houver acordo entre as entidades, ou teremos dois carnavais, com datas e organização diferentes, ou teremos um desfile do Grupo Ouro sem as escolas Bambas da Orgia, campeã de 2020, Imperadores do Samba, Imperatriz Dona Leopoldina, Acadêmicos de Gravataí e Império do Sol.

Ação solidária

Neste domingo (19), a ala Plusamba Sul, em parceria com a corte oficial do Carnaval de Porto Alegre, fará distribuição de sopa, material de higiene e roupas para moradores de rua. Mas, para isso, precisam de ajuda. Quem puder colaborar com algum desses itens, pode combinar como fazer a doação pelo telefone (51) 98570-1690, com Rosana. Voluntários para participar da ação no dia também serão bem-vindos!

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros