Com balões, moradores comemoram reabertura de posto de saúde fechado há mais de 30 dias na zona norte de Porto Alegre - Notícias

Versão mobile

 
 

Retomada do atendimento13/01/2021 | 20h56Atualizada em 13/01/2021 | 20h57

Com balões, moradores comemoram reabertura de posto de saúde fechado há mais de 30 dias na zona norte de Porto Alegre

Durante a manhã desta quarta-feira, cerca de 50 pessoas procuraram atendimento na UBS Vila Elizabeth, no bairro Sarandi

Com balões, moradores comemoram reabertura de posto de saúde fechado há mais de 30 dias na zona norte de Porto Alegre André Ávila / Agencia RBS/Agencia RBS
Um cartaz e balões foram pendurados na entrada da unidade de saúde localizada na zona norte de Porto Alegre Foto: André Ávila / Agencia RBS / Agencia RBS

Após 37 dias fechado por determinação da antiga gestão de Porto Alegre, a Unidade Básica de Saúde (UBS) Vila Elizabeth, no bairro Sarandi, zona norte de Porto Alegre, voltou a receber pacientes na manhã desta quarta-feira (13). A comunidade comemorou a retomada dos atendimentos e pendurou balões na entrada do prédio para dar as boas-vindas aos profissionais de saúde. Durante a manhã, cerca de 50 pessoas procuraram o local em busca de consultas, orientações médicas e para a retirada de medicamentos.

O local estava fechado desde 7 de dezembro. À época, o Executivo municipal justificou que os atendimentos seriam realocados em outras unidades devido a problemas estruturais nos prédios. No entanto, a Justiça determinou pelo retorno das atividades da UBS. A decisão envolve outras três unidades, mas, devido à necessidade de obras, a previsão do município é de que a retomada nas demais ocorra, no mínimo, em 60 dias.

Leia outras notícias do Diário Gaúcho

O funcionário público aposentado Tadeu Silva, 63 anos, mora em frente à UBS Vila Elizabeth. Em dezembro, ele assistiu ao fechamento sem anúncio prévio do posto de saúde onde faz acompanhamento médico há muitos anos. Após a reabertura da unidade, às 8h desta quarta, Silva foi um dos primeiros a ser atendido por uma das três médicas que atuam na unidade:

— Teve espera normal para ser atendido, mas consegui entregar um exame para a doutora. Agora estou saindo daqui com todos os encaminhamentos para outras demandas que vou precisar fazer nos próximos dias. A comunidade precisa do posto. Não se pode simplesmente fechar de uma hora para outra — opinou.

Uma das responsáveis pela colocação do balões foi a metalúrgica aposentada Ione Lopes Garcia, 74 anos. Integrante do Conselho Local de Saúde (CLS) da Vila Elizabeth, dona Ione conta que acompanhou a construção da unidade e elogiou a atuação dos profissionais que atendem a comunidade da zona norte da Capital: 

— Além dos balões, entregamos uma cesta com bombons para recepcioná-los de volta. Temos uma médica que trabalha há 18 anos aqui, mas sequer fomos avisados que iriam fechar as portas. Espero que não mexam mais na nossa UBS, pois a comunidade sempre irá para a guerra, na luta pela nossa saúde. 

Cuidadora de idosos retirou medicamentos para pressão e diabetes nesta manhãFoto: André Ávila / Agencia RBS

Um funcionário do local orientava os pacientes que buscavam atendimento na unidade nesta manhã. Sentada em cadeira na área externa, a cuidadora de idosos Silma Camacho, 45 anos, veio retirar medicamentos de uso contínuo para pressão e diabetes.

— Estava tendo que comprar na farmácia popular, gastando cerca de R$ 200. Foi questão de minutos e consegui retirar os medicamentos — contou.

Leia também
Pacientes reclamam de dificuldade para conseguir consultar em postos de Gravataí
Marcação de consultas por aplicativo chega a 47 postos de saúde de Porto Alegre
Discussão sobre continuidade dos cobradores em Porto Alegre deve voltar em 2021

A unidade da Vila Elizabeth está funcionando das 8h às 17h, sem fechar ao meio-dia. 

Reabertura das demais unidades 

Os quatro locais que haviam sido fechados foram vistoriados em 5 de janeiro pelo secretário municipal da Saúde, Mauro Sparta, e por engenheiros da pasta. O único prédio em condições de voltar a receber pacientes de forma imediata era o da Vila Elizabeth. As demais precisarão passar por reparos antes da reabertura. 

— Conversamos com a comunidade, que solicitou a reabertura do serviço. Hoje estamos reativando a estrutura para fornecer atendimento à população — afirmou Sparta durante a reabertura da unidade da Vila Elizabeth.

Ainda não há datas específicas para a retomada dos atendimentos, mas o cronograma prevê que a próxima estrutura que voltará a receber pacientes será a Laranjeiras, no Morro Santana, zona leste da Capital. As principais intervenções no local serão obras para evitar alagamentos no prédio e o entupimento dos vasos sanitários. Em seguida, deverá ser liberada para a comunidade a UBS Jenor Jarros, no bairro Rubem Berta, na Zona Norte. O principal problema a ser atacado no prédio é a infiltração.

Por último, a expectativa é de retomada dos trabalhos da UBS Pitinga, no bairro Restinga, zona sul da cidade. A construção é a que necessita do maior número de reparos, de acordo com a prefeitura. A previsão para a conclusão dos trabalhos nos três postos que seguirão fechados é de 30 a 60 dias.

 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros