Dunga doa e serve café da manhã para moradores de rua no ginásio Gigantinho - Notícias

Versão mobile

 
 

Solidariedade29/07/2021 | 19h23Atualizada em 30/07/2021 | 15h30

Dunga doa e serve café da manhã para moradores de rua no ginásio Gigantinho

Capitão do Tetra serviu refeição para as 128 pessoas que passaram a noite no local

Dunga doa e serve café da manhã para moradores de rua no ginásio Gigantinho Lauro Alves / Agencia RBS/Agencia RBS
Dunga deu autógrafos e tirou fotos com fãs Foto: Lauro Alves / Agencia RBS / Agencia RBS

Não só doar, mas servir com humildade e tratar a todos com dignidade. Essas foram as principais palavras do ex-jogador e ex-técnico da Seleção Brasileira Dunga, que, liderando o projeto "Seleção do Bem", distribuiu um café da manhã para as 128 pessoas em situação de rua que passaram a noite no ginásio Gigantinho, em Porto Alegre, nesta quinta-feira (29).

O "capitão do Tetra" e mais sete pessoas chegaram ao local por volta de 6h e já começaram a preparar um panelão de café com leite. Ofereceram ainda pão com manteiga e mortadela, pão com chimia, maçã e um bombom para cada uma das pessoas.

LEIA MAIS
Solidariedade: saiba como ajudar grupos que promovem campanhas de arrecadação para enfrentar frio intenso
Auditório Araújo Vianna é autorizado a voltar a funcionar e show de Caetano Veloso é confirmado
Gigantinho registra alta procura dos moradores de rua por abrigo na noite gelada de Porto Alegre

Nesta noite, eram 121 homens e sete mulheres abrigados no ginásio. Os servidores da Fundação de Assistência Social e Cidadania (Fasc) reuniram todos em pequenos grupos e, em uma sala preparada, o café foi servido.

Dunga falou rapidamente com GZH enquanto oferecia as refeições e tirava fotos com fãs. Segundo ele, o Instituto Dunga, que funciona há 20 anos, teve a ideia de realizar a ação e obteve a permissão por parte da prefeitura da Capital.

— Estas pessoas precisam ser tratadas com dignidade, e nós precisamos ter humildade em servir bem, um café quente. Eles têm que sair diferentes do que chegaram aqui. As coisas têm de ser feitas com amor — ressaltou.

No exato momento em que Dunga falava com a reportagem, por volta das 8h, o grupo que tomava café ficou em pé e aplaudiu o ex-jogador. Emocionado, ele voltou a destacar:

— A questão não é só doar, o que é importante, mas servir o alimento para os moradores de rua e mais, tratar as pessoas com amor e carinho. Você recebe isso (aplausos), amor e carinho — destacou.

LEIA MAIS
Autorização para vacinar adolescentes permitirá que 85% dos gaúchos sejam imunizados
Homem é preso por porte ilegal de arma de fogo após suposto roubo ser fotografado em Porto Alegre

Segundo a Fasc, das 128 pessoas que permaneceram no Gigantinho de quarta para quinta-feira, dois precisaram de atendimento médico. Desta vez, três cães de moradores de rua passaram a noite no local reservado para os animais dentro do ginásio. 

Além da ação do Dunga, um empresário doou 50 pares de tênis, e pelo menos três motoristas foram até o local após eles mesmos, com os próprios carros, recolherem três moradores de rua. Ao longo do dia, uma rede de barbearias da cidade vai estar no Gigantinho cortando cabelo e fazendo a barba para as pessoas que tiverem propostas de emprego.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros