Protetoras buscam ajuda para garantir alimentação de animais acolhidos - Notícias

Versão mobile

 
 

Bicharada19/08/2021 | 09h08Atualizada em 19/08/2021 | 09h08

Protetoras buscam ajuda para garantir alimentação de animais acolhidos

Doações auxiliam iniciativas a se manterem ativas

Protetoras buscam ajuda para garantir alimentação de animais acolhidos Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal/Arquivo Pessoal
Adriane se dedica à causa anima influenciada por sua mãe, que também foi uma protetora Foto: Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal

Além do apoio com a adoção de animais que ainda não têm uma família para chamar de sua, é igualmente importante dar suporte para iniciativas que oferecem lares temporários para os bichinhos ou que os acolhem de forma definitiva, em grande quantidade. E, geralmente, em função dos altos custos de manutenção, essas iniciativas precisam de constantes doações como alternativa para se manterem ativas. 

O Bicharada, portanto, traz hoje, além dos pets que estão para adoção, pedidos de ajuda de duas protetoras dos animais. 

LEIA MAIS
Após 11 meses, tutora reencontra cachorrinha em Porto Alegre
Protetora busca ajuda para construir canis para cães resgatados
Fiv e FeLV: entenda como prevenir e tratar as doenças em felinos

Campanha de aniversário em Esteio

No dia 8 de agosto, a professora e protetora de animais Adriane Pereira, do bairro Centro, em Esteio, completou 45 anos. Para marcar a passagem de seu aniversário, ela resolveu fazer algo diferente: lançou uma campanha de arrecadação, pedindo de presente sacos de ração para alimentar os quase 50 animais que cuida.  

Adriane conta que, desde a infância, carrega uma grande paixão pela causa animal. Sua mãe, Diva Pinto, também era protetora, o que a fez crescer rodeada pelos bichos. Acabou pegando gosto pelo trabalho. Em sua casa, são 15 cães resgatados. Além deles, ajuda famílias que não conseguem manter seus bichinhos, principalmente em função de problemas financeiros, e presta cuidados a animais que vivem nas ruas.  

A protetora já realizou outras campanhas, como um mutirão para castração e ações de Natal, nas quais também arrecadou sacos de ração. A campanha atual seguirá até o fim do mês de agosto. Para doações em dinheiro, é possível realizar transferências de qualquer valor para a chave PIX (51) 99958-3739, que também é o WhatsApp de Adriane.

Ração para iniciativa de Porto Alegre

No bairro Restinga, em Porto Alegre, a faxineira Sandra Regina dos Santos Medeiros, 59 anos, abriga 13 cachorros e cinco gatos. Há 20 anos ela pegou o primeiro cão, e desde lá dedica parte de seus esforços a ajudar animais em situação de rua. Os gatinhos não estão para adoção, mas os cães, todos castrados, aguardam um novo lar. 

Sandra comenta que sempre gostou de bichos, mas ela acredita que foi a carência que a fez intensificar sua atenção na causa animal. É que, na medida em que os filhos foram crescendo e construindo suas próprias trajetórias, ela, cada vez mais, pensava em seus bichinhos. Hoje, passa por dificuldades financeiras, por isso pede a doação de sacos de ração para alimentar os cães. Ela conclui dizendo estar aberta a receber quem tiver interesse em conhecer os animais, caso queira adotar algum deles. É possível entrar em contato com Sandra pelo telefone (51) 99595-8126.

Produção: Émerson Santos

Leia outras notícias sobre Bicharada


 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros