No mês da Consciência Negra, o chef Mamadou ensina a preparar o Caruru - Notícias

Versão mobile

 
 

Receita do Leitor17/11/2021 | 10h01Atualizada em 17/11/2021 | 10h01

No mês da Consciência Negra, o chef Mamadou ensina a preparar o Caruru

O prato é um cozido tradicional da culinária afro-brasileira

No mês da Consciência Negra, o chef Mamadou ensina a preparar o Caruru Anderson Dorneles / Faculdade Senac/Faculdade Senac
Chef traz receita para celebrar cultura afro-brasileira Foto: Anderson Dorneles / Faculdade Senac / Faculdade Senac

O Dia da Consciência Negra faz referência à morte de Zumbi, o então líder do Quilombo dos Palmares, que ficava no Nordeste do Brasil. Em alusão ao ano do cinquentenário do 20 de Novembro, aprenda a preparar o caruru. O cozido é tradicionalmente um acompanhamento do acarajé, outro prato típico da culinária afro-brasileira. Quem ensina a preparar a receita é o chef e professor da Faculdade Senac Mamadou Sène, 67 anos:

– É um prato de origem africana. Ele foi trazido pelos escravos que vieram da África e o incorporaram na culinária baiana.

Mamadou chegou ao Brasil em 1979, e, em Porto Alegre, onde vive até hoje, em 1983. Ele conta que o 20 de Novembro é uma data que traz muitas lembranças de Oliveira Silveira, poeta gaúcho que idealizou o Dia da Consciência Negra.

LEIA MAIS:
Confira como preparar o bolo girassol da Débora
Veganismo: conheça três receitas sem ingredientes de origem animal
Aprenda a preparar o macarrão de forno da Fran

– Me orgulho de ter tido ele como amigo. Nossas conversas sempre eram sobre a valorização do negro e sobre a literatura africana. É uma data que deve ser comemorada e debatida com ideias concretas – afirma o chef. 

MEU SEGREDINHO: /// – Muita gente me fala que gosta de quiabo, mas não come por causa da baba que ele libera. Para tirar a baba, corte o quiabo em rodelas finas e espalhe em uma peneira larga. Ferva água, coloque por cima do quiabo e deixe escorrer. Você também pode substituir a água quente por suco de limão ou vinagre branco.

INGREDIENTES:

 ✔   600g de quiabo picado
✔   100g de camarão seco
✔   80g de castanha de caju
✔   4 coxas e sobrecoxas de frango
✔   40g de cebola picada
✔   2 dentes de alho picados
✔   60ml de azeite de dendê
✔   2 colheres (sopa) de coentro fresco picado
✔   40g de gengibre picado
✔   1 litro de caldo de frango
✔   2 pimentas dedo de moça picadas e sem sementes

MODO DE PREPARO:

/// Bata o camarão e a castanha de caju no liquidificador ou no processador e os transforme em pó.

/// Esquente o dendê na panela, doure as coxas e sobrecoxas dos dois lados e reserve.

/// Coloque a cebola e o alho até começar a dourar. Adicione o gengibre, o pó de camarão com castanha de caju e o quiabo e refogue por 5 minutos.

/// Junte as coxas e sobrecoxas, cubra com o caldo de frango e, assim que começar a ferver, verifique o sal, adicione a pimenta e metade do coentro fresco. Cozinhe de 15 a 25 minutos até que quiabo e o frango fiquem macios.

/// Montagem: coloque o que restou do coentro. Sirva acompanhado de arroz.

TEMPO DE PREPARO: 45 minutos
RENDIMENTO: 4 porções

 PARTICIPE, NOS ENVIE SUA RECEITA!
/// Quem pode participar? Todos os leitores que tiverem uma receita deliciosa para compartilhar com o DG.  
/// O que é preciso enviar? Mande sua receita, descrita com quantidade e tipos de ingredientes e modo de preparo, além do seu nome completo, endereço e telefone, para que possamos ligar de volta para você.    
/// Para onde e como eu envio? Você pode usar três canais de atendimento para enviar sua receita. São eles: o WhatsApp do DG, pelo telefone (51) 99759-5693, o e-mail atendimento@diariogaucho.com.br e o nosso endereço (para envio de carta): Avenida Erico Veríssimo, 400, bairro Azenha, Porto Alegre/RS. O CEP é 90160-180.

Confira outras receitas 


Produção: Kênia Fialho

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros