Natal do Bem supera recorde ao arrecadar 811 toneladas de alimentos no RS  - Notícias

Versão mobile

 
 

Solidariedade14/01/2022 | 22h01Atualizada em 14/01/2022 | 22h01

Natal do Bem supera recorde ao arrecadar 811 toneladas de alimentos no RS 

Realizada durante 78 dias, campanha mobilizou mais de 60 cidades gaúchas

Natal do Bem supera recorde ao arrecadar 811 toneladas de alimentos no RS  Banco de Alimentos RS / Divulgação/Divulgação
Encerramento da sétima edição do Natal do Bem Foto: Banco de Alimentos RS / Divulgação / Divulgação
GZH
GZH

Em uma corrente de solidariedade entre milhares de gaúchos, a sétima edição da campanha Natal do Bem bateu um novo recorde de doações. Foram arrecadados 811.879 kg de alimentos que estão sendo destinados para 964 entidades sociais de 34 cidades gaúchas. Fruto da parceria do Grupo RBS e da Rede de Bancos de Alimentos do Rio Grande do Sul, os donativos estão beneficiando cerca de 216 mil pessoas.    

LEIA MAIS
Cavalgadas do Bem unem tradicionalismo e solidariedade na arrecadação de alimentos
Natal Animal: protetora faz campanha para alimentar cães abandonados
Projeto oferece oficinas a mães desempregadas em Porto Alegre

Nesta edição, assim como na anterior, as doações foram feitas de forma virtual na página dDoe Alimentos, mantida pelo Banco de Alimentos. A campanha também contou com o 1º Drive-Thru, disponibilizando pontos móveis de coletas em 17 cidades gaúchas, e com a 3ª Cavalgada do Bem, em que grupos de cavalarianos passaram de casa a casa recebendo doações.   

– A campanha é uma oportunidade para a RBS TV conectar, em um momento tão desafiador como o que vivemos, quem precisa de auxílio e quem tem vontade de ajudar – afirma Rodrigo Muzell, gerente de Produto da RBS TV.   

Os alimentos arrecadados foram recebidos pelos 24 Bancos de Alimentos de todo o Rio Grande do Sul. Nos municípios que não contam com unidades, as doações foram distribuídas às famílias carentes pelos Núcleos Bancos de Alimentos ou grupos de cavalgadas. Desde 2015, o Natal do Bem já doou 2.933.847 quilos de alimentos, o que representa 8.801.541 refeições para a mesa dos gaúchos que mais precisam.   

– Nada neste momento de adversidade poderia ser mais oportuno, como foi essa mobilização da sociedade gaúcha em benefício das comunidades carentes do nosso Estado. Foi, sem dúvidas, uma iniciativa sem precedentes, que serviu também para unir a população num só objetivo: combater a fome e levar esperança – destaca Paulo Renê Bernhard, presidente Voluntário da Rede de Bancos de Alimentos do Rio Grande do Sul.   

O público pode seguir doando. Por meio do site www.doealimentos.com.br, é possível montar e doar uma cesta de alimentos, com itens e quantidade a escolha do doador.  

Leia outras notícias do Diário Gaúcho  

 

 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
Imprimir
clicRBS
Nova busca - outros