Confira dicas para aperfeiçoar seu inglês sem sair de casa - Notícias - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Sala de Aula08/06/2017 | 15h01Atualizada em 08/06/2017 | 15h03

Confira dicas para aperfeiçoar seu inglês sem sair de casa

Entre as possibilidades para dominar um novo idioma sem sair de casa, profissionais da área dão várias dicas

Confira dicas para aperfeiçoar seu inglês sem sair de casa Lauro Alves / Agência RBS/Agência RBS
O inglês é um idioma que se tornou uma segunda língua fundamental para diversas profissões Foto: Lauro Alves / Agência RBS / Agência RBS

O domínio do inglês como segunda língua é fundamental para diversas áreas profissionais. E não se aprende o idioma somente em salas de aula — o aprendizado de um novo idioma exige muito da "força de vontade de cada um", como define Cármen Rehfeldt, docente da Senac Idiomas em Porto Alegre. Para a professora, dedicação é o ponto principal, e o aprendizado vai além do que é ensinado nas escolas. 

— Temos tudo ao alcance das mãos, e é possível aprender inglês sozinho. A sala de aula é importante para estruturar e balizar esse conhecimento. Entretanto, buscar o aperfeiçoamento por conta própria é muito importante — explica Cármen.

Leia mais
Conheça cursos online gratuitos para turbinar seu currículo
Veja cinco sites que vão te ajudar a estudar para o Enem de graça
WhatsApp pode se tornar um aliado para alunos, pais e professores

Entre as possibilidades para dominar um novo idioma sem sair de casa, profissionais da área dão várias dicas. Desde assistir vídeos com americanos nativos falando, passando por ouvir músicas com a letra em mãos, ler livros em inglês — inclusive histórias em quadrinhos —, até ouvir rádios americanas. Tudo depende do nível atual do seu inglês.

Músicas e séries

Para quem está começando, por exemplo, o ideal é ver um filme ou série, ou até ouvir música, com as legendas em português. Isso estimula o estudante a compreender o significado das palavras e das frases nos seus diversos contextos. Conforme o nível do seu inglês for se aperfeiçoando, a dica de Cármen é mudar as legendas para o inglês, para treinar a leitura e começar a compreender a escrita:

— Não é algo rápido, exige esforço. E tudo depende do foco que a pessoa quer. Se você quiser aperfeiçoar sua escrita em inglês, precisa ler muito. Se quiser aperfeiçoar a fala, escutar muito o idioma e treinar a dicção. 

Amanda Cunha, consultora acadêmica do Centro Britânico Idiomas, reforça que a música deve ser parte do repertório de ferramentas pedagógicas utilizadas no processo de aprendizado de quem está começando. Amanda lembra que o interessante é ouvir a canção com a letra, para associar a forma escrita e a pronúncia.

Leia mais
Veja como conquistar um certificado de ensino médio gratuitamente
Lanches saudáveis melhoram o rendimento escolar de crianças e adolescentes
Reprovou na escola? Saiba como superar seus pontos fracos

Quem tem mais afinidade com a pipoca e o sofá pode aprender assistindo TV ou até mesmo vendo vídeos no computador ou celular é uma ótima pedida. O professor Luis Junior, coordenador da Seven Idiomas, dá algumas dicas para quem pretende seguir por esse caminho.Segundo o professor, escolher séries de comédia, no estilo "sitcom" — ou "comédias de situação" — é um bom caminho. Esses seriados costumam trazer um contexto mais cotidiano. Alguns exemplos são Friends, How I Met Your Mother e Two and a Half Man.

As outras etapas para quem busca aprender assistindo séries é conhecer o conteúdo que será assistido. É importante, antes de iniciar a série em inglês, assistir o episódio com legendas em português. Se a pessoa entende o assunto, fica mais fácil compreender a mecânica do idioma. Depois, é importante que você saiba seu ritmo. Você não deve desanimar, caso não consiga entender tudo de primeira. Cada um possui um ritmo de aprendizagem.

Um gringo que fala português

O YouTube é um paraíso para quem quer aprender. O site reúne canais do mundo inteiro, então, é possível encontrar pessoas falando todos os idiomas que se imagine. Para o inglês, a dica fica por conta de americanos nativos que aprenderam português por conta própria e agora usam isso para ensinar inglês por meio do site de vídeos.

Cármen, do Senac Idiomas, indica o canal Small Advantages, do americano Gavin Roy. Segundo ela, o bom humor do rapaz, aliado ao seu conhecimento no idioma são uma divertida maneira de aprender.

Gavin, que mora em Fort Collins, no Estado americano do Colorado, tem mais de 500 mil seguidores no YouTube. Ele começou a aprender português sozinho em 2011. 

Em entrevista ao Diário Gaúcho, o rapaz, que tem doutorado em Ciências Atmosféricas, contou que, conforme foi conhecendo a língua, se apaixonou pelo Brasil. Criou o canal no YouTube para falar sobre o país, mas muitos seguidores passaram a pedir que ele também desse dicas sobre o inglês.

— Eu sei que tem muita gente que não pode pagar por um curso de inglês, então, eu gosto que a maioria do meu conteúdo seja distribuído de graça e possa ajudar quem quer aprender — comemora Gavin. 

Para ele, ensinar aos mais de 500 mil seguidores é uma sensação incomum, já que, em seu país de origem, ele não é muito conhecido.

— Ensinar para todas essas pessoas é muito legal. Aqui nos Estados Unidos, não sou famoso. E aí no Brasil parece que eu sou, pelo menos, um pouco famoso. Todos que estão aprendendo inglês aí parecem me conhecer — conta ele, bem-humorado.

Gavin veio ao Brasil duas vezes: em 2014, para a Copa do Mundo, e no ano passado, a trabalho. E pretende voltar no próximo novembro. Segundo ele, é impossível aprender português e não se apaixonar pelas terras tupiniquins. O rapaz ainda deixa algumas dicas para quem pretende aprender inglês:

— Não tenha medo de conversar em inglês. No começo, é muito difícil, mas isso facilitará no futuro, pois você irá perder a vergonha de falar na língua. Eu também errei muito até aprender o português. Tem que se apaixonar pela língua e saber que os erros fazem parte, são um sinal de que a pessoa está avançando. Eu aprimorei meu português fazendo vídeos, foi um objetivo que criei para treinar. Essa é uma dica, tenha um objetivo fixo para treinar o seu inglês.

Barbadas para aperfeiçoar o inglês

— Para treinar o ouvido, procure escutar nativos americanos falando. Uma boa dica são canais americanos no YouTube e rádios americanas, como a WNYC, uma rádio comunitária de Nova York.

— A coleção de livros MacMillan reeditou clássicos da literatura em um vocabulário reduzido, tornando a leitura mais fácil para quem está aprendendo o inglês. Uma ótima dica para quem quer aperfeiçoar a leitura e a escrita. 

— O site Lyrics Training é ótimo para quem quer aprender com música. O estudante escolhe a música, o nível que quer (estão disponíveis iniciante, intermediário, avançado e expert) e, conforme ouve, tenta completar trechos da canção em espaços em branco. Um karaokê de escrita.

— A sua própria TV pode servir de sala de aula. Usando a tecla SAP do seu controle, alguns canais da TV aberta permitem mudar o idioma de filmes e séries, ouvindo assim o áudio original — na maioria das vezes, em inglês. Caso esteja em um nível mais iniciante, ative as legendas da TV, no Closed Caption, e isso facilitará sua compreensão.

— Saia da zona de conforto: se expresse em inglês com outras pessoas para treinar seu idioma. E não se preocupe em errar, pois faz parte do processo.

— Palestras do TED, um evento americano que reúne grandes pensadores, são uma boa pedida. Existem versões em vários idiomas disponíveis no YouTube. Para quem está estudando inglês, as palestras são uma boa pedida.

— A embaixada dos Estados Unidos está oferecendo cursos gratuitos online em inglês, para aperfeiçoar seu conhecimento no idioma. Entre os cursos oferecidos, está o Inglês para Desenvolvimento de Carreira.

— Busque sempre encaixar o aprendizado em coisas que você gosta, para não tornar as horas de estudo enjoativas. Encontre prazer no aprendizado de uma nova língua.

Fontes: Cármen Rehfeldt, docente da Senac Idiomas em Porto Alegre, Amanda Cunha, consultora acadêmica do Centro Britânico Idiomas, e Luis Junior, coordenador da Seven Idiomas.

*Produção: Alberi Neto

Leia mais matérias da seção Sala de Aula


 
 
 

Siga o Diário Gaúcho no Twitter

  • diario_gaucho

    diario_gaucho

    Diário GaúchoConfira a charge do Gabriel Renner publicada na edição desta terça-feira! https://t.co/Jh9rK11YDbhá 7 minutosRetweet
  • GianeGuerra

    GianeGuerra

    Giane GuerraColuna #acertodecontas no @diario_gaucho https://t.co/uXblidz9Kehá 11 minutosRetweet
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros