Enem nota 1000: confira dicas para se dar bem na prova de Linguagens - Notícias - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Sala de Aula15/08/2017 | 12h17Atualizada em 15/08/2017 | 12h17

Enem nota 1000: confira dicas para se dar bem na prova de Linguagens

Série do Diário Gaúcho mostra dicas para cada uma das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que será aplicado em novembro

Enem nota 1000: confira dicas para se dar bem na prova de Linguagens Univali/Divulgação
Neste ano, o Enem será aplicado em dois domingos ¿ nos dias 5 e 12 de novembro Foto: Univali / Divulgação

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), porta de entrada para a universidade para milhares de estudantes de todo o país, será aplicado neste ano em dois domingos — em 5 e 12 de novembro. Diferentemente das outras edições, a prova de Redação será no primeiro fim de semana, junto aos testes de Ciências Humanas e suas Tecnologias e Linguagens, Códigos e suas Tecnologias. 

Leia mais
Gaúchos representam o Brasil em campeonato mundial de educação técnica
Confira dicas para aperfeiçoar seu inglês sem sair de casa
Conheça cursos online gratuitos para turbinar seu currículo

E é sobre esta última prova, que engloba conteúdos de Língua Portuguesa, Literatura, Língua Estrangeira (Inglês ou Espanhol), Artes, Educação Física e Tecnologias da Informação e Comunicação, que trata a primeira reportagem da série de dicas sobre o Enem 2017. 

Interpretação 

Professora de Escola de Aplicação da Feevale, com mestrado em Processos e Manifestações Culturais, Ana Cândida Santos de Carvalho já deixa um toque relevante: 

— O Enem é focado na interpretação dos conteúdos. Quem pretende ir bem na prova deve ler muito e ter ótima interpretação textual. 

Por a prova ser focada em interpretação, a professora explica que a gramática não é tão cobrada no Enem, sendo muito mais importante dominar acentuação, pontuação, ortografia e, principalmente, os implícitos — ou seja, aquilo que está nas entrelinhas do texto. 

Leia outras reportagens da seção Sala de Aula

A doutora em Linguística Aplicada e professora da Unisinos e da Instituição Evangélica de Novo Hamburgo (IENH) Sabrina Vier exemplifica a importância da interpretação do texto. Para ela, o aluno deve saber identificar as marcas linguísticas do texto. Assim, conseguirá facilmente solucionar a pergunta. 

— Nas questões de Literatura, por exemplo, a resposta sempre está no trecho do texto apresentado. Cabe ao candidato ler atentamente esse trecho e, assim, ele conseguirá facilmente saber qual a alternativa correta — conta Sabrina. 

Faltando apenas três meses para a aplicação do Enem, o Sala de Aula lança uma série para tratar de cada uma das quatro áreas de conhecimento exigidas no exame. Um capítulo será dedicado à Redação. 

Entenda e domine o tema

Mas como saber dominar a interpretação de texto e identificar as marcas de linguagem citadas pela professora Sabrina? Segundo ela, cabe ao professor ensinar aos alunos como realmente "ler um texto", entendendo cada palavra e o porquê de ela estar ali. 

Para isso, treinar a leitura do enunciado de provas dos anos anteriores é uma das dicas. E a professora reforça: estude com provas do Enem de anos anteriores, e não com as de vestibulares. 

Leia mais
Veja cinco sites que vão te ajudar a estudar para o Enem de graça
Saiba como o WhatsApp pode se tornar um aliado na escola
Veja como conquistar um certificado de conclusão do ensino médio

— O Enem tem uma linguagem e um estilo muito particulares, que o candidato só vai conhecer acessando essas provas antigas — diz Sabrina. 

Para a professora Ana Cândida, outros conteúdos importantes a serem estudados para a prova de Linguagens são a significação das palavras, os articuladores e o domínio da argumentação. Isso pode ser obtido por meio da produção de textos, que também já ajudam o aluno a se preparar para o exame mais temido por muitos: a prova de Redação. 

Ajuda de amigos

— Por meio da escrita, nós conseguimos identificar também as dificuldades do aluno. É possível notar se ele precisa estudar mais a acentuação das palavras, a pontuação do texto, o embasamento de seus argumentos e outros conteúdos — exemplifica Ana. 

Para quem já saiu da escola e também vai fazer o exame, pedir a ajuda de amigos que possam ler os textos e apontar questões a serem revistas é uma dica de Ana Cândida. Outra possibilidade é assistir videoaulas disponíveis no YouTube e acompanhar sites de jornais e portais de notícias para se manter atualizado. 

Como estudar 

—Leia constantemente, e não se limite a alguns gêneros textuais. Leia de tudo: textos dissertativos, opinativos, crônicas, romances etc. 

— Na Literatura, busque autores contemporâneos. Os textos são prazerosos e há chances de aparecerem na prova. Opte por Caio Fernando Abreu, Clarice Lispector, Rubem Fonseca, Dalton Trevisan, Ana Cristina César e Hilda Hilst. 

— Leia poesia. Se acostume às pouco convencionais formas como um poema cria significados. 

Leia outras reportagens da seção Sala de Aula

— Esteja ciente de que a língua é flexível, que varia no tempo e no espaço. A forma como alguém fala no Rio Grande do Sul é diferente da maneira de se falar no Rio de Janeiro. Todas essas possibilidades são válidas e fazem parte do uso da língua. E isso é uma cobrança do Enem: o aluno não deve ter preconceitos linguísticos. 

— Tenha noções básicas sobre os movimentos artísticos e sua relação com o momento histórico em que eles estavam inseridos. Por exemplo, entenda qual era o contexto social do Brasil durante a Semana de Arte Moderna. 

Fonte: professores da plataforma de ensino Me Salva!

Confira as próximas reportagens da série Enem nota 1000

17/ 8 — Dicas para a prova de Ciências Humanas 

31/ 8 — Dicas para a prova de Ciências da Natureza 

14/ 9 — Dicas para a prova de Matemática 

28/ 9 — Dicas para a prova de Redação

*Produção: Alberi Neto


 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros