Estrada Passo do Nazário sofre com a falta de manutenção, na Região Metropolitana - Notícias - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Seu problema é nosso02/10/2017 | 10h16Atualizada em 02/10/2017 | 10h16

Estrada Passo do Nazário sofre com a falta de manutenção, na Região Metropolitana

Desde 2015, o assunto é acompanhado pelo Diário Gaúcho, e pouca coisa mudou

Estrada Passo do Nazário sofre com a falta de manutenção, na Região Metropolitana Arquivo Pessoal / Leitor/DG/Leitor/DG
Buraqueira segue na Passo do Nazário Foto: Arquivo Pessoal / Leitor/DG / Leitor/DG

Quem precisa transitar pela Estrada Passo do Nazário, entre Cachoeirinha, Canoas e Esteio, continua enfrentando sérios problemas com a pavimentação. Desde 2015, o assunto é acompanhado pelo Diário Gaúcho, e pouca coisa mudou. 

Leia mais
Prefeitura determina nova regra para uso do ar-condicionado nos ônibus
Colocação de saibro transforma rua em atoleiro em Alvorada
Gestante sofre em busca de vacinas em Cachoeirinha 

Moradora de Esteio há cerca de quatro anos, a auxiliar de serviços gerais Vera Lúcia Paiva Bueno, 50 anos, utiliza a via para ir e voltar do trabalho, em Canoas. Em junho passado, ela procurou o DG para denunciar a situação. Algumas promessas foram feitas pelos três municípios

— As mudanças que notei foram a instalação de uma placa para sinalizar o limite entre municípios e alguns reparos na parte que pertence a Canoas — relata Vera. 

Vera conta que pouca coisa foi feita, além de colocação de uma placa para sinalizar o limite entre municípiosFoto: Arquivo Pessoal / Leitor/DG

À época, a prefeitura de Canoas afirmou que a parte com mais buracos pertence a Cachoeirinha, cuja Secretaria de Infraestrutura e Serviços Urbanos, junto à Defesa Civil, informou que havia feito uma vistoria técnica no local e apresentaria medidas para amenizar os problemas. 

No mesmo período, o secretário de Obras e Serviços Urbanos de Esteio, Leomar Teichmann, explicou que seria encaminhada uma máquina para fazer reparos em seu trecho da via. 

Parceria 

Antes disso, em 2015, na outra ocasião em que o problema apareceu nas páginas do DG, as promessas foram praticamente as mesmas. Vistoriar a via, patrolar, colocar novas pedras e fazer operações tapa- buraco. Hoje, o cenário ainda é de muitos buracos e trechos onde o asfalto deixou de existir. 

Leia outras reportagens da seção Seu Problema é Nosso  

A prefeitura de Canoas sugeriu que é preciso traçar um diálogo entre as três cidades e estabelecer uma parceria definitiva para melhorar as condições da estrada. Enquanto não houver este diálogo, acredita que será complicado planejar uma solução. 

Em alguns locais o asfalto praticamente desapareceuFoto: Arquivo Pessoal / Leitor/DG

As novas promessas das prefeituras 

Procuradas novamente para explicar que mudanças foram feitas na estrada em relação à última reportagem publicada, as prefeituras se justificaram. 

CACHOEIRINHA — A administração esclareceu que foi feita revisão na iluminação e substituição do saibro e brita por argila em seu trecho da via. Alegou ainda que dificuldades financeiras impedem que obras sejam feitas e compromete planejamentos. Questionada sobre essas dificuldades, a prefeitura explicou que a cidade teve queda de 7,27% na fatia do bolo de ICMS e foi o 15° município que mais perdeu na divisão da arrecadação, acumulando R$ 114 milhões a menos, considerando os valores previstos para o próximo ano. 

CANOAS — A prefeitura informou que, em junho, instalou uma placa no limite com Cachoeirinha, pois existiam muitas dúvidas dos usuários da estrada sobre de quem cobrar reparos. A administração afirma que são feitas vistorias desde o início do ano na sua extensão da via. Porém, depois das últimas chuvas, foi identificado desgaste da pavimentação em alguns pontos. A assessoria garantiu que a Secretaria de Obras vai concluir os reparos necessários até hoje, caso não chova. 

ESTEIO — A prefeitura também culpou as últimas chuvas pelos problemas na via. Em relação às promessas de junho, garantiu que foi feita a manutenção da estrada. Afirmou ainda que, em inspeção ao local na sexta- feira passada, foi constatado que há imperfeições decorrentes da movimentação do cascalho em função da passagem de veículos de carga. O secretário de Obras, Leomar Teichmann, assegurou que, ainda na sexta, seria feita a manutenção do trecho, deixando-o em plenas condições de rodagem. 

*Produção: Alberi Neto 

 Leia outras reportagens da seção Seu Problema é Nosso  


 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros