Novo corte de árvores no Parque Chico Mendes preocupa frequentadores, em Porto Alegre - Notícias

Versão mobile

 

Seu problema é nosso12/06/2018 | 09h53Atualizada em 12/06/2018 | 09h53

Novo corte de árvores no Parque Chico Mendes preocupa frequentadores, em Porto Alegre

A Secretaria Municipal do Meio Ambiente e da Sustentabilidade (Smams) garante que os vegetais que foram derrubados estavam secos, mortos ou irrecuperáveis

Novo corte de árvores no Parque Chico Mendes preocupa frequentadores, em Porto Alegre Arquivo Pessoal / Leitor/DG/Leitor/DG
Frequentador do parque desde 1998, Edemir não concorda com derrubadas Foto: Arquivo Pessoal / Leitor/DG / Leitor/DG

Mais uma vez, o corte de árvores do Parque Chico Mendes causa indignação aos frequentadores do local. Menos de um ano depois de o Diário mostrar a mesma situação ocorrendo na área de preservação na Zona Norte de Porto Alegre, entre os bairros Jardim Leopoldina e Chácara da Fumaça, a prefeitura confirmou que ao menos 14 árvores foram retiradas do parque durante o mês de maio. 

Leia mais
Para conseguir custear intercâmbio, estudante de Pelotas faz rifa e vende quitutes; saiba como ajudar
Família recebe aluguel social atrasado após reportagem do Diário, em Porto Alegre
Após conserto de esgoto, novos vazamentos voltam no terminal da linha Alameda, em Porto Alegre

Segundo a Secretaria Municipal do Meio Ambiente e da Sustentabilidade (Smams), os vegetais estavam secos, mortos ou irrecuperáveis. Mesmo assim, quem costuma andar pelo local se assusta com a cena das árvores tombadas. Frequentador do Chico Mendes desde 1998, o microempreendedor Edemir do Santos, 51 anos, não concorda com a ação: 

— Não podem ser árvores podres, eu vi os troncos, não pareciam ter problemas. 

Segundo a prefeitura, 14 árvores foram derrubadas no local em maioFoto: Arquivo Pessoal / Leitor/DG

Reaproveitamento 

O morador do bairro Parque dos Maias, também na Capital, diz ter experiência na situação. Edemir conta que já trabalhou com corte e remanejo de árvores e não crê na justificativa da administração pública. 

Na reportagem publicada em agosto do ano passado, a Smams negou uma informação de que as árvores estariam sendo vendidas como lenha. A secretaria informou que os troncos seriam reaproveitados no parque para construção de escadas e bancos que ficariam no local. 

Entretanto, cerca de dez meses depois, os materiais ainda não apareceram, conforme conta Edemir: 

— Nem a mesa de concreto que as equipes quebraram na primeira derrubada foi consertada. 

Tronco apodrecido, segundo imagem enviada pela SmamsFoto: Divulgação / PMPA

Biólogo atesta necessidade de corte dos vegetais

Consultado pela reportagem, o biólogo e doutor em Ecologia Jackson Müller analisou as fotos das vegetais derrubados no parque da zona norte da Capital e encontrou a formação de necrose no tecido vascular de uma das árvores, o que seria razão para o corte:

— Já tivemos casos de pessoas atingidas por queda de árvore em Porto Alegre, o que pode estar contribuindo para a adoção de medidas de controle. Se o parque é frequentado pela comunidade, pode ser prudente o manejo dessas espécies. De outra forma, também é adequada a reposição das que foram cortadas por árvores nativas, como compensação. 

O biólogo aponta, nas imagens, eucaliptos, uma espécie não nativa e cuja remoção "se justifica diante de alguma situação de risco, ou mesmo para dar condições de crescimento às árvores nativas", conforme Jackson. 

Destino: estação de transbordo 

Procurada, a Smams explicou que os vegetais que não têm condições de reutilização são encaminhados para a estação de transbordo do Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU), que fica na Lomba do Pinheiro, Zona Leste. Mas o órgão garantiu que os cortes no Parque Chico Mendes são feitos somente em árvores com estado fitossanitário comprometido e risco de queda. 

A Smams encaminhou ao Diário imagens de troncos que foram reaproveitados para construção de bancos. 

Reaproveitamento de tronco feito no Parque Chico MendesFoto: Divulgação / PMPA

*Produção: Alberi Neto

Leia outras notícias da seção Seu Problema é Nosso


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros