Obras são retomadas no CEU de Cachoeirinha - Notícias

Vers?o mobile

 
 

RETRATOS DO DESPERDÍCIO08/11/2019 | 05h00Atualizada em 08/11/2019 | 05h00

Obras são retomadas no CEU de Cachoeirinha

Estação Cidadania, antigo Centro de Artes e Esportes Unificados, deve ser entregue à comunidade em abril de 2020 

Obras são retomadas no CEU de Cachoeirinha Omar Freitas/Agencia RBS
Complexo oferecerá quadra poliesportiva e pista de skate Foto: Omar Freitas / Agencia RBS

Desta vez, a prefeitura de Cachoeirinha promete que a retomada de obras do Centro de Artes e Esportes Unificado (CEU) – rebatizado como Estação Cidadania – será definitiva. 

Entre idas e vindas, a construção parou pela primeira vez em 2015. Foi retomada no ano passado, quando parou novamente. A razão do vaivém era a suspensão de verbas federais para a instalação da estrutura. Agora, o local deve estar pronto até abril de 2020, conforme o vice-prefeito Maurício Medeiros. 

Leia mais
Obra de centro de lazer conquista R$ 1,3 milhão para conclusão
Confira 20 obras públicas que já consumiram R$ 15 milhões e estão paradas
Obras públicas inacabadas afetam a vida de comunidades vizinhas

A Estação de Cachoeirinha é mais um dos antigos CEUs que teve seus trabalhos reiniciados. Recentemente, as instituições deste modelo tiveram suas construções retomadas e, em alguns casos, até concluídas. O motivo é a liberação das verbas novamente por parte da União. O dinheiro vem da Caixa Econômica Federal, por intermédio de um programa do antigo Ministério da Cultura – transformado pelo governo Bolsonaro em Secretaria Especial da Cultura – pasta que foi incorporada ao Ministério do Turismo nesta quinta-feira (7).

Em Porto Alegre, por exemplo, como o DG mostrou no mês passado, as obras foram retomadas na Estação do bairro Lomba do Pinheiro, que deve ser entregue em março de 2020. E no bairro Restinga, na Zona Sul, o espaço foi entregue ao público em agosto.

Os locais seguem um padrão em sua infraestrutura. Além de uma quadra poliesportiva coberta e pista de skate, há auditório com cineteatro e laboratório de informática. Nos espaços, também devem funcionar Centros de Referência em Assistência Social (CRAS). 

A Estação Cidadania é construída em área onde os serviços e espaços que ela oferece, normalmente, não existem ou são insuficientes. No caso de Cachoeirinha, o local contemplado foi a Vila Anair. As obras foram retomadas há cerca de duas semanas. Conforme o engenheiro responsável, Bruno Bandeira, cerca de 12 operários estarão envolvidos no trabalho até abril do ano que vem. 

Um dos grandes desafios nos canteiros de obras públicas que ficam paradas é evitar ações de vandalismo. Em Cachoeirinha, as paradas na construção geraram prejuízos. 

 Cachoeirinha, RS, BRASIL, 04/11/2019: Retomada das obras do CEU de Cachoeirinha (Foto: Omar Freitas / Agência RBS)Indexador: NGS
Operários montam canteiro de obras na áreaFoto: Omar Freitas / Agencia RBS

De tapumes a encanamentos, passando por fiações, boa parte foi levada. Por isso, nesta retomada, o município planejou a obra da seguinte forma: será concluída a pintura e instalação de aberturas, para depois serem colocados fios e canos. O tapume também foi refeito e uma torre de câmeras de segurança foi instalada na área.

– Depois de pronto, o local terá cercamento com concreto vazado. Além da permanência das câmeras de segurança e da presença da Guarda Municipal (GM) – garante o vice-prefeito.

Atividades definidas após entrega

Uma dúvida que cerca as Estações Cidadania está relacionada ao seu uso pelas comunidades onde estão instaladas. Mesmo com as áreas de lazer abertas ao público, os locais precisam oferecer atividades que atraiam a população. 

Em Porto Alegre, por exemplo, a Estação da Tinga oferece oficinas de capoeira e skate para crianças. 

O vice-prefeito Maurício Medeiros esclarece que, somente após a entrega do local, o município estudará as ofertas para o espaço. Ele afirma que a situação delicada das finanças não permite contratações, mas se alguma recolocação for possível, será feita. Além disso, a parceria com entidades voluntárias também é esperada pelo município.

– Esta região é uma zona de vulnerabilidade, sabemos da importância deste local e vamos entregar a assistência necessária – projeta Maurício.

Ficha técnica da obra

- Endereço: Rua Estrela, 95, Vila Anair, Cachoeirinha

- Estágio da obra: 52%

- Quando parou: 2018

- Capacidade: 3 mil pessoas

- Valor já investido: R$ 900 mil

- Origem dos recursos: R$ 2,5 milhões ao todo, oriundos do PAC 2 do governo federal

- Por que a obra parou? Suspensão de contratos

- Previsão de conclusão dos trabalhos: abril de 2020

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros