Família enfrenta vazamento difícil de resolver na Restinga - Notícias

Versão mobile

 
 

Seu Problema é Nosso11/11/2021 | 09h37Atualizada em 24/11/2021 | 09h37

Família enfrenta vazamento difícil de resolver na Restinga

Água suja está invadindo dois cômodos da residência desde a semana passada

Família enfrenta vazamento difícil de resolver na Restinga Arquivo Pessoal / ResourceSpace/ResourceSpace
Foto: Arquivo Pessoal / ResourceSpace / ResourceSpace

A trabalhadora doméstica Eva Teresinha Teixeira da Silva, 62 anos, moradora do bairro Restinga Nova, enfrenta desde o dia 5 de novembro um vazamento de esgoto dentro da sua residência. A água suja sai, principalmente, pelas paredes da sala e da cozinha. 

A princípio, dona Eva acreditava que poderia ser um problema do esgoto do vizinho ao lado. No entanto, ele teria afirmado que, na realidade, o vazamento estava no esgoto geral, que é responsabilidade do Dmae. A trabalhadora afirma ter entrado em contato com o órgão pelo menos três vezes. 

A trabalhadora doméstica Eva Teresinha Teixeira da Silva, 62 anos, moradora do bairro Restinga Nova, enfrenta desde o dia 5 de novembro um vazamento de esgoto dentro da sua residência.<!-- NICAID(14936398) -->
Moradores precisam revezar para que a água não invada outros cômodosFoto: Reprodução / Arquivo Pessoal

Em 5 de novembro, sexta-feira, a equipe teria prometido visitar o local em dois dias úteis. No domingo, Eva ligou novamente, e o novo prazo seria em 8 de novembro, de manhã. 

Como ninguém apareceu, a trabalhadora doméstica refez o contato, e o novo prazo se encerra amanhã. Uma das ligações gerou o número de protocolo 3312562107.

– Há muitos anos aconteceu algo semelhante e atingiu outras casas. Desta vez, foi somente a minha – conta. 

LEIA MAIS:
Em Alvorada, canalização de esgoto forma buracos em terreno de residência
Moradora de Gravataí realiza vaquinha para tratamento de paquimeningite
Família e amigos de gari atropelado criam corrente do bem para arrecadar fraldas e alimentos

Revezamento

Eva explica que, desde o início do problema, ela e os familiares precisam constantemente secar os pontos de vazamento. Quando isso não ocorre, há o risco de molhar os móveis da residência. A moradora precisou colocar tijolos para que eletrodomésticos, como a geladeira, não estragassem. A água suja tem cheiro forte e desagradável. Atividades como cozinhar, comer e dormir também são prejudicadas:

– Tenho problema cardíaco, e estou secando dia e noite. Dá para notar que a água é suja, de esgoto, mesmo.

De acordo com a moradora, mesmo com o uso de produtos de limpeza para tentar diminuir o odor, isso não ocorre.

Prejuízo 

Segundo o estudante Lucas Teixeira, 16 anos, neto de Eva, na sexta passada, o problema foi notado pelo jovem assim que chegou da escola. Lucas destaca que o vazamento é permanente. Ele conta que tem ajudado a avó na remoção dos móveis.

– A sensação é horrível. Ter que comer com esse cheiro dá vontade de vomitar.

Além do neto, Eva mora com a filha, que também tem auxiliado a idosa nas tentativas de controle da água. Eva conta que, na segunda-feira de manhã, foi trabalhar e pediu para o neto ficar secando os cômodos com vazamento para que não alagassem mais. No entanto, quando o jovem estava indo para a escola, ele contatou a avó relatando que o problema persistia:

– Ele me ligou e disse que eu precisaria voltar para casa porque, senão, iria alagar tudo novamente. 

Foi quando Eva saiu do trabalho para evitar danos maiores na sua residência. Agora, a moradora aguarda a visita dos técnicos para que o problema seja, enfim, solucionado.

LEIA MAIS:
Família do Morro da Cruz se mobiliza para que filho receba tratamento de saúde na Itália
Atleta busca apoio para participar de campeonato nos Emirados Árabes
Projeto pede apoio para a limpeza do Rio Gravataí

Dmae: limpeza da rede já começou

Contatada pela reportagem, a assessoria de imprensa do Departamento Municipal de Água e Esgoto (Dmae) de Porto Alegre informou que a limpeza da rede de esgoto que fica perto da residência de Eva foi iniciada ontem. 

A previsão é de que seja concluída até o fim desta semana. “Ainda nesta semana ocorrerá a desobstrução da rede de esgoto sanitário no Acesso S, na Restinga Nova”, detalha a nota, enviada no inicio da tarde. 

Produção: Kênia Fialho

 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
Imprimir
clicRBS
Nova busca - outros